Quarta-feira, 25 de Agosto de 2010
por João Rodrigues


O socialismo 2010, debates para a alternativa, começa já depois de amanhã em Braga. Entretanto, o Nuno Ramos de Almeida acha que o título de uma das sessões – “Há socialismo sem democracia?” – é revelador de desorientação ideológica e de uma subestimação da questão principal: como democratizar a economia? Em primeiro lugar, notar que alguns postes do blogue cinco dias, onde o Nuno escreve, tendencialmente da autoria de Carlos Vidal, mostram precisamente a relevância da primeira questão e do seu adequado tratamento. Em segundo lugar, estou em condições de sossegar o Nuno: pelo que conheço, a segunda questão, obviamente relacionada com a primeira, será tratada directamente, pelo menos, em duas sessões. O José Gusmão falará sobre reforma fiscal para superar o que Vital Moreira chamou, num dia mais inspirado, o Estado fiscal de classe; eu e o Nuno Teles tentaremos, desenvolvendo os argumentos de um artigo no Le Monde diplomatique – edição portuguesa, fazer um breve diagnóstico do capitalismo português, entre os especuladores e a lumpemburguesia, e apontaremos alguns toques de política económica que podem ajudar a gerar impactos sistémicos relevantes. Suspeito que nas sessões sobre a especulação, o poder de quem tem muito dinheiro, as questões do trabalho ou o banco de terras, a democracia na economia também seja abordada. É que, e nisto concordamos, sem um projecto consistente de democratização da economia, sem utopias reais, não há socialismo como democracia avançada depois do limiar do século XXI…

por João Rodrigues
link do post | comentar | partilhar

12 comentários:
Marques Vieira
Lumpemburguesia? Que é isso? É nova não é? Nunca tinha ouvido esta... Virá talvez de lump-sum taxes? Hmm acho que não.. Não estou a apanhar esta mesmo. AHh já sei deve ser a suplente de neoliberais que por acaso não tem aparecido! Ou não...? Que aflição !!

deixado a 25/8/10 às 15:10
link | responder a comentário

casper
e o subtítulo: "debates para a alternativa"? Mas qual alternativa? Nas próximas eleições presidenciais a alternativa ao PS... é o PS! Com o apoio do BE. Não consigo compreender como é que o PS, intérprete do neoliberlismo em Portugal é o mesmo PS que apoia Alegre, um candidato que como todos sabemos será protagonista de um movimento social alargado (tipo vaga de fundo) e tornar-se-á num obstáculo muito sério ao avanço do mesmo neoliberalismo no país.
O mesmo neoliberalismo que o seu partido defende e sempre defendeu e em que ele próprio (Alegre) votou em mais de 95% das vezes nas opções legislativas fundamentais ao longo de mais de 30 anos.
É este o mesmo neoliberalismo que o BE combate? É também essa alternativa que se vai debater?

deixado a 25/8/10 às 16:29
link | responder a comentário

João Rodrigues
Não é nova. Vem do economista André Gunder Frank e foi cunhada a pensar na América Latina dos anos sessenta. Descreve uma burguesia rentista e parasitária (lumpen), Se há um lumpemproletariado...
http://pt.wikipedia.org/wiki/Lumpemproletariado

deixado a 25/8/10 às 17:46
link | responder a comentário

JORGE SILVA
É fácil de perceber Casper... essa gente do PS é a corja mais mentirosa e desonesta intelectualmente que apareceu em Portugal! E claro, na oposição (caminho que já estão a preparar) são sempre de esquerda. No governo é o que se sabe!
Quanto a Manuel Alegre é mais do mesmo. Critica quando não faz falta e no final acaba por apoiar aqueles que criticou quando é necessário. E é gente desta considerada por alguns sectores (BE incluido) uma grande personalidade política. Aquilo é tudo farinha do mesmo saco: são todos filhos da "escola Soares"!

deixado a 25/8/10 às 17:50
link | responder a comentário

Nicolau
Palhaçada, não me revejo nesse "socialismo"
Eu sou um socialista não marxista, não democrata, não internacionalista, na medida em que acho fundamental a existência de nações e a união das mesmas como forma de maximizar o desenvolvimento humano e um dos pilares dessa união é sem dúvida o bem estar social e uma cooperação entre classes, assim como a raça e a cultura.
A democracia, é um sistema não eficiente do ponto de vista económico e consequentemente social, as lideranças são más e os governos também, sistema com pouca capacidade para reformar, sistema que permite a destruição de nações, resumindo não contribui para o desenvolvimento humano, pelo contrário, atrasa-o.

Acho fundamental uma revolução européia para pôr fim à democracia, ao internacionalismo e a toda esta cultura de massas que tanto tem degenerado o ser humano e instaurar uma meritocracia nacional socialista, é a minha opinião, espero que a respeitem assim como eu respeito a vossa e espero que seja publicada.


Senhor Daniel Oliveira abra os olhos.

deixado a 25/8/10 às 22:00
link | responder a comentário

[...] questão de memória 26 de Agosto de 2010 por Nuno Ramos de Almeida Pelo o João Rodrigues fiquei a saber que a conferência do Bloco sobre o candente tema “Há socialismo sem [...]

deixado a 26/8/10 às 02:41
link | responder a comentário

LAM
onde é que eu já ouvi isso...?

deixado a 26/8/10 às 11:41
link | responder a comentário

GESTRUNDINO MALAQUIAS DO COIRO CAHAU
A economia não pode nem deve ser gizada pelos numeros do voto. Não há democracia, há compra e venda e vontade e capacidade para comprar e vender.

Reformar o fisco: É impressionante como alguns se arvoram no direito de dizer o qe outros que fazem dinheiro devem ou não ficar para eles em vez de procurar as formas de criação de riqueza para as pessoas.

Profit seeking em vez de rent seeking deve ser o caminho.

deixado a 26/8/10 às 13:13
link | responder a comentário

Antónimo
Não percebo o espanto, Marques Vieira. Não se percebe? Por acaso até eu criei esse termo sozinho aqui há tempos, sem saber que já tinha sido criado por outros - como esse tal Frank meu ante-plagiador.

Ou acha que só o Pacheco Pereira é que tem direito aos seus momentos criativos com o brilho de termos como Culturalês?

deixado a 26/8/10 às 13:16
link | responder a comentário

[...] Comentando a conversa aqui continuada entre o Nuno e o João Rodrigues sobre o tema do “socialismo em democracia”, reafirmo: não é possível, não faz o [...]

deixado a 26/8/10 às 16:32
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador