Quarta-feira, 20 de Outubro de 2010
por João Rodrigues


"Andamos todos com a cabeça enfiada no orçamento.Entretanto em França as coisas aquecem neste mês de Outubro.Falar-se-á mais tarde de um Outubro francês nesta Europa anémica?"

José Medeiros Ferreira

Duas frases. Três ou quatro no máximo. Medeiros Ferreira é o melhor exemplo de argúcia eficiente. A França mostra o caminho. É toda uma tradição: 1789, 1848, 1871, 1936, 1968, 1995. 2010? 2010. Por toda a Europa. É o que nos pode valer.

por João Rodrigues
link do post | comentar | partilhar

70 comentários:
xico
Eu ia responder, mas o JMG, já disse tudo.
E já agora, nunca se esqueçam que a república moderna nasceu em Inglaterra, mesmo com o retorno à monarquia, e que a revolução americana é mais velha que a revolução francesa. A França abriu as portas à hegemonia da Inglaterra e da Alemanha. Desde Austerlitz que a França nunca mais levantou a cabeça.
E já agora. O que mudou em 1968, para além de se habituarem a queimar carros? No Flore, em St Germain, sentam-se americanos endinheirados e o café custava a módica quantia de cinco euros, o mais caro que paguei em Paris.

deixado a 20/10/10 às 15:56
link | responder a comentário

O último comentário feito por mim não se destina a este post.
Peço desculpa, se o puderem apagar agradecia.

deixado a 21/10/10 às 15:56
link | responder a comentário

Podia ter escolhido uma foto mais apelativa.
Por exemplo, uma com uns "jovens" embuçados a queimar o carro do outro.
Há milhares delas aí pelos jornais, imagine o boomque a indústria automóvel vai ter graças a estes empreendedores.

deixado a 20/10/10 às 09:33
link | responder a comentário

Sim os Franceses, esse grande exemplo.

Nós temos o nosso "quê" de franciu vindo da costela do Conde D. Henrique, mas temos pouco propensão para o confronto, talvez derivada da nossa outra costela árabe.

Somos um povo sereno, mas não somos burros. Somos aliás bastante espertalhões.

Nos últimos dia têm sido frequentes os apelos à violência e à revolta. Existem partidos que muito provavelmente estarão danadinhos para que isso aconteça, pois só assim conseguem justificar a sua miserável existência. São os chamados partidos "abutre" pois vivem à conta da miséria dos outros. 2 Bons exemplos disso mesmo são o Be e o PCP.

deixado a 20/10/10 às 09:42
link | responder a comentário

bico de lacre
Não sei se a França será assim tão bom exemplo, ultimamente eles não têm necessitado de muitos argumentos para instalar o caos nas ruas. De qualquer das formas, o certo é que eles não brincam às greves como cá, lá quando pára é para parar, e logo se vê quando se recomeça.

deixado a 20/10/10 às 09:52
link | responder a comentário

O que é curioso é que ainda há quem veja essa sequência de anos como coisas positivas, e depois a culpa é das agências de rating....

deixado a 20/10/10 às 09:53
link | responder a comentário

Cross
Há coisas nesta europa dos cidadãos que me desgostam. E quando os franceses estão na rua contra o representante dos interesses do capital, os outros europeus estão onde?!Será que os interesses dos franceses que estão na rua não são os mesmo dos outros cidadãos europeus?!
Então e as organizações sindicais europeias?! Onde estão?! O que as tolhe?
Os figurões da europa dos interesses capitalistas, desde a França a Portugal, passando pela Itália, Irlanda... acederam ao poder com o voto do povo contra quem governam, agora, servindo apenas os senhores que detêm o capital.
Repito, isto só lá vai com o povo todo na rua. é preciso correr com essa gente e estabelecer uma nova ordem, com mais respeito pela dignidade humana. O homem, ao contrário do que querem, não pode viver apenas de pão e circo.

Cross

deixado a 20/10/10 às 10:05
link | responder a comentário

Rui F
Falou em abutres? A sério?

Que é que isso tem a ver com banqueiros e agencias de rating?

deixado a 20/10/10 às 10:21
link | responder a comentário

E motivos para um Outubro português não faltam:

http://lishbuna.blogspot.com/2010/10/mas-ha-mais-e-tao-mau-ou-pior-camara-de.html

deixado a 20/10/10 às 10:29
link | responder a comentário

Pois, caro João Rodrigues.
O caminho que a França nos aponta nas ruas é depois contrariado nas urnas.
Vide 1968 e mais recentemente com as eleições dos Srs. Sarkozy e Chirac ( 2 mandatos ).
Bom dia

deixado a 20/10/10 às 10:53
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador