Segunda-feira, 29 de Novembro de 2010
por Sérgio Lavos

 

A volubilidade dos adeptos de futebol é um daqueles problemas sem solução. E quando falamos de milhões de adeptos, outro factor entra na equação: a diversidade opinativa, que no seu melhor manifesta-se no estádio, em forma de aplauso ou de apupo. Como em muitas outras coisas, o futebol não se diferencia de tudo o resto. Heróis, se formos a ver, há poucos. E os vilões podem nascer todas as semanas.

 

O Benfica, decidido a boicotar o sucesso do ano passado, deitou fora cartas que não conseguiu substituir, mas manteve incólume a coluna da equipa. As saídas de Di Maria e Ramires não podem, nunca poderiam servir, de desculpa para a irregularidade exibicional, que vem desde a pré-época. Mas se nada pode servir de desculpa, muito menos servirá a contestação ao treinador que pôs a jogar a equipa como há muito não se via - desde o campeonato de Toni. De bestial a besta, claro, mas nem tanto. Conhecemos os defeitos do treinador. Mas ninguém é perfeito. E Jorge Jesus tem crédito para muito mais, as qualidades que parecem ter desaparecido certamente irão ressurgir. Que esta fraqueza momentânea sirva para alimentar manchetes de jornais especulativos e ressentidos, já me parece menos normal. E menos ainda me parece que jornalistas chico-espertos estejam mais interessados no seu ego inchado pela ocasião do que em fazer um bom trabalho - sim, falo da entrevista no fim do Beira-Mar-Benfica, um caso surreal de desrespeito por quem, no limite, alimenta a estação que decide não cumprir o regulamento da Liga que obriga a que as perguntas rápidas no fim da partida se limitem ao comentário do jogo. Jesus terá sido extemporâneo? Nunca. Deselegante talvez, e apenas porque, sabemos, não tem o dom da palavra. Mas mal-educado foi, sem dúvida, o jornalista que insistiu uma segunda vez numa questão que fora respondida.

 

Outra vítima das flutuações de humor dos benfiquistas tem sido o melhor marcador das últimas três épocas. Sem desculpa, como a frase anterior o prova. E viu-se, no regresso da lesão, qual é a diferença entre ter Cardozo no ataque e outro jogador qualquer do actual plantel. Golos, parece. Aquele pormenor que traz resultados (e dinheiro). A classe no pé esquerdo, sobressaindo a média velocidade, como um lento pesadelo para o defesa. Imaginamos que a grande vantagem de Cardozo é a subvalorização que os adversários fazem das suas capacidades. Cada um joga com as armas que lhe dão.


por Sérgio Lavos
link do post | comentar | partilhar

27 comentários:
Rui F
Mas este não é aquele Cardoso que queria ir embora antes da época começar?

Não é mesmo Cardoso titularissimo nos primeiros 5 jogos onde perdemos 9 pontos?

deixado a 29/11/10 às 23:26
link | responder a comentário

MP
Hoje assisti a dois bailes, sem pagar bilhete.
Um foi o do Barcelona ao Madrid, o outro do Prof. Medina Carreira ao Daniel Oliveira. Confrangedor.

deixado a 29/11/10 às 23:35
link | responder a comentário | discussão

Se o Barcelona deu 5-0, o Medina rebentou com o marcador !!!!


Mas o Cunha (e o MP) viram o debate num universo paralelo qualquer? O que eu vi foi um Medina Carreira a repetir a mesma ladainha de sempre, dizendo banalidades que não dizem, concordando sempre que algum dos outros convidados dizia qualquer coisa razoavelmente mais inteligente do que ele, sem propor uma única solução que não fosse ainda mais endividamento do país à banca, nas regras vergonhosas (BCE empresta a 1% aos bancos e estes emprestam a 7 a nós) que já conhecemos. Nada, mesmo nada de novo. Só o sentido de humor o safa. Pena é que a situação não seja propícia a brincadeiras.


MP
Ó Sergio você deixe lá essa sua conversa politica de esquerda e direita, de capital e trabalhadores, das forças da reação e do mfa, que o debate entre Soares e Cunhal já foi há 35 anos.
Agora são coisas mais sérias, que para perceber é preciso saber fazer contas. Mais numeros e menos conversa.
Você não sei, mas o Daniel provou que não sabe o que é uma conta de 2mais2.

deixado a 30/11/10 às 12:05
link | responder a comentário | início da discussão

PedroM
Abra lá mas é um post sobre isto para não abandalhar ainda mais do que já está este novo figurino de blog.

deixado a 30/11/10 às 12:46
link | responder a comentário | início da discussão

PedroM
"Medina Carreira a repetir a mesma ladainha de sempre"
Segundo o Sérgio e o Daniel, é mentira que nos últimos 20-25 anos o crescimento económico e o aumento da dívida tenham sido aqueles que MC mencionou.
Segundo o Sérgio e o Daniel, é mentira que, como MC mencionou, com aqueles dados económicos não nos safamos (nem a nenhum estado social).
Segundo o Sérgio e o Daniel, é mentira que o grande problema não é este orçamento mas o que nos levou durante décadas a este estado miserável e a este orçamento, como MC diz.
Segundo o Sérgio e o Daniel, é mentira que portugal gaste mais do que produz, apesar do défice externo (sabe, a diferença entre o que se tem e o que se gasta) o demonstrar, como diz MC.
Segundo o Sérgio e o Daniel, é mentira que precisamos de dinheiro externo, como MC diz.
Segundo o Sérgio e o Daniel, é mentira que é quem empresta que decide se o empresta e a quanto.
E continua, continua...

Portanto, com estas mentiras e ladainha toda, onde é que está a vossa solução afinal? Realmente, que ladainha tem o homem.

deixado a 30/11/10 às 13:01
link | responder a comentário | início da discussão

PedroM
"concordando sempre que algum dos outros convidados dizia qualquer coisa razoavelmente mais inteligente do que ele"
Ao contrário do Daniel e do Sérgio, MC demonstra ser estúpido, ignorante, acrítico, intolerante e sectário quando concorda com alguém que mostra ter uma determinada opinião acertada.
Um conselho: juntem-se ao outro que nunca se engana. Não falem é com a boca cheia que não é chique.

"
sem propor uma única solução que não fosse ainda mais endividamento do país à banca, nas regras vergonhosas (BCE empresta a 1% aos bancos e estes emprestam a 7 a nós) que já conhecemos"
Portugal tem umas regras e taxas especiais, feitas à medida para nos lixar. É a tal conspiração internacional de que Sócrates fala, não é?
E a vossa solução é deixar de pedir dinheiro para pagar os próximos salários e pensões, deixar de pagar o que devemos e vergar o mundo à nossa vontade? É essa a solução que querem vender ao povo? Que vamos impor as nossas condições?

deixado a 30/11/10 às 13:15
link | responder a comentário | início da discussão

Eu vi o debate e vi o contrário, tem piada. Pela primeira vez vi o Medina Carreira a balbuciar sem que tivesse resposta pronta para o Daniel.

E não, não sou dos que pensam que o Medina Carreira é apenas mais um palrador, tanto que achei confrangedora a posição dele, não a do Daniel que esteve muitíssimo bem. Aliás, a segurança do Daniel constrastava com alguma "cautela" dos parceiros de bancada.

Lamento informar os seus detractores de estimação, mas o Daniel esteve mesmo muito bem.


CausasPerdidas
Concordo em absoluto.
O Daniel Oliveira deixou Medina Carreira a balbuciar coisas que o "traveling" da câmara pelos seus apoiantes na assistência dava conta de serem sem sentido.
Mas está a falar com gente que é capaz de dizer que o Benfica jogou melhor nos cinco a nulo do Dragão... só porque é o Benfica.
E olhe que até simpatizo com o Benfica...


Causas, vamos com calma porque sou benfiquista, ok?

Image

deixado a 30/11/10 às 14:49
link | responder a comentário | início da discussão

fernando f
Também foi o que vi, GMaciel . Aliás Medina Carreira é um propagandista; foi o ministro que melhor mediatizou a sua passagem pelo ministério, a tal ponto que trinta e tal anos depois, ainda lhe colhe os louros.

deixado a 30/11/10 às 13:21
link | responder a comentário | início da discussão

fernando f
O Daniel e Castro Caldas  estão no Prós e Contras, e deviam ter impestado aquilo de púlgas, pois o Medina Carreira não pára de se coçar!  

deixado a 29/11/10 às 23:50
link | responder a comentário

Tenham cuidado, ele é perigoso.
É o Oscar Tacuara Cardoso.


Fora os cânticos "lampiões" parece-me que Jesus no único jogo em que usou a equipa mais parecida com a do ano passado ganhou e ganhou bem.


E depois o miúdo Ruben naquele meio-campo, parece que não é nada com ele, mas faz uma diferença tremenda.

deixado a 29/11/10 às 23:59
link | responder a comentário

Ao romper da rubra aurora


Sai o sócio da choupana


Vem cantando em altas vozes


Muito padece quem ama


 


Muito padece quem ama


Mais padece quem namora


Sai o sócio da choupana


Ao romper da rubra aurora


 


Não empobrece ninguém


Assim como não enrica


Não empobrece ninguém


Assim como não enrica


deixado a 30/11/10 às 00:58
link | responder a comentário

Assino por baixo.
Duas adendas:

Sim perdemos alguns pontos mas é preciso ser formal no português, não foram perdidos foram roubados.
Quanto ao outro assunto passei por lá quinze minutos, não vou comentar nada, sou cristão.

 

deixado a 30/11/10 às 02:38
link | responder a comentário

bico de lacre
"A volubilidade dos adeptos de futebol é um daqueles problemas sem solução."

E pode-se perfeitamente verificar na frequência dos posts com este titulo.

deixado a 30/11/10 às 09:47
link | responder a comentário

joaquim azevedo
O que mais apreciei no jogo de Aveiro foi a influência da arbitragem do Sporting/Porto. Alguém tem de ajudar o Benfica a recuperar a moral e aquele senhor "árbitro" que esteve em Alvalade no Sábado à noite bem que se esforçou por isso.

deixado a 30/11/10 às 11:47
link | responder a comentário | discussão

A.R.A

JOAQUIM AZEVEDO

Sem duvida que só mesmo voçe para afirmar uma barbaridade dessas!!!!!!!!!!!!

È que quando não se tem nada a dizer o melhor é ficar calado ..........
Image

Aquele Abraço
A.R.A


joaquim azevedo
ARA, barbaridade é em duas épocas seguidas  o FCPorto ser penalizado com dois golos em claro fora-de-jogo nas partidas que disputou na Capital. Isto para além do penalty que ficou por marcar sobre o Hulk na Luz e da expulsão do Maicon em Alvalade.


A.R.A
JOAQUIM AZEVEDO

O caro amigo que é dotado de uma tão prodigiosa memória, decerto se lembrará de um jogo que acabou 1-1 no recem inaugurado dragão onde um mergulho ridiculo do Lisandro (pois poderia se ter aplicado um pouquinho mais na espectacularidade do mergulho) deu um empate providencial ao seu fcp quando o cronometro marcava 84 minutos, arredando por completo as aspirações do SLB para algo mais do que ombrear com o scp pelo 2º posto da tabela.

Ah! E nesse ano em questão até acabamos por ser os "campeões" de inverno, o que nos faz pensar que há coincidencias levadas da breca!

Aquele Abraço
A.R.A

 


joaquim azevedo
Por acaso até me lembro, ARA. Foi no mesmo desafio em que ficou por marcar um penalty sobre o Lucho aos vinte minutos ainda com o resultado a zero. Ai essa memória selectiva, caro amigo...
Abraço!


A.R.A
JOAQUIM AZEVEDO

Pois claro! Como poderia eu esperar outra coisa ... mas, mal que lhe pergunte, o Joaquim consegue conceber uma partida de futebol sem que haja qualquer penalty (a favor do seu clube, claro)?

É que se entramos no plano dos penaltys que deveriam ser marcados e não o foram, creio que estariamos aqui a discutir a teoria do ovo e da galinha e, sinceramente, entre os jogos do meu SLB e do seu fcp creio que o Joaquim não tem tido razões de queixa.

Mas, a maneira rebuscada em que consegue encontrar uma especie de "complot" entre o jogo de Aveiro com o de Alvalade (e olha com quem!) é simplesmente ... genial.

Aquele Abraço Vermelho
A.R.A
A.R.A


Não Interessa
Assim de repente? Vamos lá ao passado recente. Época passada - na Luz fica um penalty por marcar sobre o Hulk e o golo é precedido de um fora-de-jogo de 5 metros. No Dragão ficam por expulsar 3 jogadores (Luisão por agressão ao Belluschi, Di Maria e Coentrão por acumulação) e é mal expulso o Fucile. Há 2 anos, na Luz, fica por expulsar o Luisão (agressão ao Sapunaru com 4' de jogo) e o Nuno Gomes (entrada a pés juntos por volta dos 70' e tal, 80'). No Dragão, foi o jogo de que falou - penalty mal assinalado precedido de penalty por assinalar. Há 3 anos, na Luz, resultado foi 1-1 - no golo do Porto há um penalty que não é assinalado e o golo do David Luiz é marcado ACAMPADO em fora-de-jogo. Penso que escusámos de falar da Supertaça em que só ficaram 5 jogadores vossos por expulsar...

Não temos razões de queixa? É capaz.. Até onde a memória me leva (concedo, evidentemente, que o Bruno Alves não acabava a final da Taça da Liga) temos e não são poucas.

deixado a 5/12/10 às 02:37
link | responder a comentário | início da discussão

joaquim azevedo
ARA, mais uma campanha miserável do seu clube na Europa da bola. Sem desculpas de arbitragens (antes pelo contrário), sem protecções policiais e bolas de golfe, sem guarda Abel, sem mafias do Norte, etc.
Basicamente, a jogar limpo, o Benfica não ganha nada relevante. É a vida, caro ARA.
Abraço do Norte!

deixado a 8/12/10 às 23:26
link | responder a comentário | início da discussão

"Pirralha...eu?"
Sérgio Lavos

Em verdade te digo que Jesus está perdoado, graças a S. Mourinho.

Quem nunca levou cinco, que atire a primeira pedra, bola de golfe, maçã...

Beijocas

Cristina

deixado a 30/11/10 às 13:04
link | responder a comentário | discussão

Eheheheh... cinco estrelas!

 

deixado a 30/11/10 às 16:21
link | responder a comentário | início da discussão

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador