Terça-feira, 23 de Novembro de 2010
por Arrastão



O Arrastão volta a crescer. Com três entradas directas. Andrea Peniche, editora, licenciada em Filosofia e mestranda do curso "Educação, Género e Cidadanias", portuense e portista, feminista de todos os costados, é também uma das autoras do blogue Minoria Relativa. Miguel Cardina, historiador, coimbrão (mais um), batido na blogosfera vindo do Vias de Facto, é investigador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. E Ana Nunes, lisboeta e licenciada em comunicação social, que se estreia em grande na blogosfera, aqui no Arrastão. Podem ver as suas pequenas biografias na página dos autores.

A todos eles as boas vindas. Com um pormenor simpático: finalmente isto deixa de ser um clube masculino.

O Arrastão passará, em princípio ainda hoje, a estar albergado na plataforma do Sapo (com algumas pequenas alterações gráficas), mas o endereço continua a ser o mesmo.

por Arrastão
link do post | comentar | partilhar

36 comentários:
José R.
Principalmente em relação à Andrea Peniche tenho de reforçar o meu já treinado (e educado) filtro. É que, muitas vezes, ser portista é ter um filtro, mas posto ao contrário dos que eu uso. Por outro lado, feminismo pode representar uma forma de estar em que não se usam filtros ou usam-se esburacados. Ou pode representar preocupação com a condição da mulher... e do homem. Coisa que me tem tem levado ao "carregamento" de "microscópio cerebral", com poucos resultados "palpáveis" (digamos).
Bem-vindas(os)

deixado a 23/11/10 às 15:56
link | responder a comentário

Rui F
As novas ideias são sempre de louvar... quando é que trazem mais gente ligada à economia?
Que fale de industria?
Politica agrícola?
Energia?

deixado a 23/11/10 às 11:10
link | responder a comentário

Albano
"Com um pormenor simpático: finalmente isto deixa de ser um clube masculino."

Subscrevo! Da minha parte votos de Boas Vindas também!

deixado a 23/11/10 às 11:36
link | responder a comentário

JORGE SILVA
Sejam bem vindos... Eu cá estarei para a traulitada!

deixado a 23/11/10 às 11:50
link | responder a comentário

Bem vindos, e que tragam mais ideias e novos temas para o debate.

deixado a 23/11/10 às 12:09
link | responder a comentário

PedroM
Da tradicional mercearia de esquina do Sr. Daniel, o blog rapidamente se transformou num hipermercado global, à imagem do seu patrão. Cresceu e cada vez menos o tal sr. Daniel é visto neste negócio com cada vez mais funcionários. É certo que ainda faz uns posts para manter a marca viva mas os comentários foram-se. Talvez agora haja quem os faça - tipo callcenter, pois o sr. Daniel já tem mais que fazer do que perder tempo a atender os fregueses. Isso era na mercearia. Agora é um player de peso, de múltiplas actividades ao serviço de grandes grupos económicos pertencentes aqueles que, segundo o próprio-antigo-merceeiro, deram cabo do país para dele se servirem.
Lembram-se como era bom o ideal da net livre e das plataformas open source e sei lá mais o quê? Afinal parece que estamos melhor e mais seguros no aconchego dum, segundo o próprio-antigo-merceeiro, colosso ex-estatal espoliado aos portugueses para benefício de uns poucos. Parece que a distribuição de dividendos já chegou.
Não critico mas constato a evolução. É a vida. E ela dá tantas voltas...
De qualquer modo, saudar os novos funcionários e assessores e esperar que vistam a farda - aquelas camisinhas apertadas até ao queixo com os óculos de intelectual - com orgulho e empenho.

Só por curiosidade: será que agora o sr. Daniel já vai tirar a carta ou arranjará motorista?

deixado a 23/11/10 às 12:18
link | responder a comentário | discussão

José Peralta
Ó PedroM

Por que não vai "passear" no "portugal dos pequeninos", a drogaria de esquina do João Gonçalves ou quejandos ?

Não se sentirá lá melhor ?

deixado a 24/11/10 às 12:50
link | responder a comentário | início da discussão

Vendidos ao grande capital? Àquele que foge aos impostos ao distribuir os dividendos antecipadamente?

eheheh, é o que sempre digo, socialistas quando é para levantar, porque para depositar há que deixar a economia funcionar...Afinal, não somos radicais!

deixado a 23/11/10 às 12:25
link | responder a comentário

Pedro Lourenço
De uma assentada, o Arrastão rompe com a exclusividade machista e com o centralismo.

Bem haja e bem-vindos aqueles que por ora chegam. Um cumprimento especial à Andrea, directamente da Invicta.

deixado a 23/11/10 às 12:30
link | responder a comentário

Chico da Tasca
Ainda gostava de perceber porque é que é relevante acentuar que a tal Peniche é portuense e portista. Já sabemos que em Portugal existe um grupo de homens "especiais" que são os "Homens do Norte", são apresentados como tal, juntamente com o nome e a ocupação.

Como tal já não se verifica em relação aos homens do centro e ainda menos em relaçao aos homens do sul, pelo que sou levado a concluir que um tipo qualquer pelo facto de ser um "Homem do Norte" é algo de especial em relação aos outros. Se para além disso fôr portista, aí é mesmo especial, sendo um candidato forte a vantagens como a inimputabilidade.

Portanto, eu sou o Chico da Tasca, um Homem do Sul, Lisboeta, Bairrista, e Benfiquista dos 7 costados.

deixado a 23/11/10 às 12:50
link | responder a comentário

PedroM: tanta letra para não dizer nada. Uma nota: ainda podia aprender muito com aqueles a que chama de funcionários. Eu aprendo.

deixado a 23/11/10 às 13:15
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador