Segunda-feira, 13 de Janeiro de 2014
por Sérgio Lavos

 

 

Graças a um benemérito e piegas gesto do CDS-Algarve (não souberam ficar calados depois de lhes ter sido passada a perna) tivemos conhecimento desta exemplar história. Como o dono do restaurante Meta dos Leitões irá certamente ter de pagar uma multa, contribuamos para a vaquinha quando passarmos por Mealhada, visitando-o, quem sabe aproveitando para lhe darmos um grande abraço por tratar o Governo como ele merece ser tratado: como o ladrão que é. Lá diz o povo: quem rouba a ladrão, tem cem anos de perdão.

 

(A imagem é do Pedro Piedade Marques.)


por Sérgio Lavos
link do post | comentar | partilhar

44 comentários:
Joe Strummer

Merece uma estrela Michelin, pela selectividade no serviço.


No entanto a questão mais interessante de momento é a forma como é avaliado o affaire Hollande pelos franceses. De varias entrevistas que pude ver a maior parte das pessoas recusa-se a julgar a vida privada de Hollande preferindo criticar isso sim a politica do Presidente. É deveras reconfortante constatar que existe uma opinião publica que resiste a ser manipulada pela agenda mediatica sensacionalista.
E foram muito enfaticos nesta posição.
E isto é muito importante se analisarmos as diferenças entre as culturas provenientes das duas revoluções Liberais, a anglo-saxonica e a francesa. A cultura  é fundamental na avaliação do que é o interesse publico e privado e, essencialmente, na avaliação da mensagem dos media como mercadoria fiavel ou não na avaliação da relação entre governos e cidadãos.
Nos países anglo-saxonico a imprensa tem um lugar quase sancionatorio do poder politico, a opinião publica cedeu tacitamente o seu poder de julgar e decidir aos media. Fora de uma certa elite a cultura é cada vez mais pop, efemera e de entretenimento.
Os gauleses (ainda) detêm um cepticismo saudavel e um espirito critico em relação ao que lhes é exterior e têm um saudavel habito de pensar pela sua propria cabeça.
Hoje prefiro mil vezes um saudavel liberal à francesa do que os interminaveis idiotas liberais anglo-saxões cujas réplicas pululam pela paisagem pooortuguesa, da esquerda à direita.

deixado a 14/1/14 às 10:20
link | responder a comentário

"Pirralha...eu?"

… E como Deus escreve direito pelas linhas do Portas, perdão, por linhas tortas, o primeiro popó, gentilmente oferecido pela Marilú Swap, com o dinheiro que nos é roubado, vai para… o líder do CDS dos Algarves!

Cristina

deixado a 14/1/14 às 11:12
link | responder a comentário | discussão

A.R.A
CRISTINA


Para começar um bom ano para ti, para o teu pai, extensivo ao resto da família!


Quanto ao post ... bom, rir é sempre o melhor remédio perante a tormenta que nos atormenta, tornando-nos passivos e vergados ao chicote da austeridade! E como a família Leite Capelo Rego é pródiga em se expor ao ridículo,  cá vai mais uma gargalhada para estas gentes de mentes simples mas que vive da usura ilegal ou da usurpação institucional.


Mas ... como em todas as historias que fazem a Historia, saltam para o imaginário popular personagens como a do proprietário (fique-mo-nos pelo herói anónimo) do restaurante que ao aperceber-se quem eram os comensais fez questão de os presentear tal como os de "Olhão" aquando das invasões francesas, que rapidamente foram apelidados, pelo invasor, de "má gente" (pescadores revoltosos que tinham que "contribuir" com o fruto do seu labor para o então chamado "prato do governador"), tudo isto contra a ordem expressa do então príncipe regente D.João ter decretado aos portugueses para não se rebelarem contra o invasor (isto tudo antes de fugir com a família para o Brasil).


Qualquer semelhança com a nossa realidade Histórica nada tem de coincidente, aliás, facilmente conseguimos fazer a analogia entre o invasor de então e o de agora, as elites pró-invasor e a "má gente" assim como os invertebrados governantes de outrora e os de hoje!


Quem diz que a Historia não é cíclica?


Aquele Grande Abraço Camaradas
A.R.A


ps- Proponho um decreto revolucionário de fazer do restaurante "Meta dos Leitões" o quartel general da resistência ao agressor... tudo isto bem regado com um Murganheira tinto a acompanhar o tal famoso pitéu. 


"Pirralha...eu?"

Tio A.R.A

Muito obrigada e um excelente Ano Novo para ti e para todos os que te são queridos.

Acho que o nosso País - ainda antes de o ser - é vítima de uma tendência genética para a traição… Viriato que o diga e se Roma não pagava aos traidores, mudaram-se os tempos…

Acção directa e o direito à resistência podem e devem ser meios utilizados individualmente, mas para quando o decretar da desobediência civil, como uma tomada de posição colectiva?

A menos que esteja a ser preparado um novo 1640, a data em que o traidor-mor recebeu o pagamento justo - para a época – pela sua subserviência à troika filipina.

Aquele Grande Abraço e Beijocas Camaradas

Cristina

PS: Portugal estava todo ocupado. Todo? Não! A Mealhada resistia ao invasor. Obélix devorava leitões atrás de leitões, enquanto exclamava: Estes troikanos são loucos!

Astérix, tal como o resto da tribo, bebia a poção mágica - Murganheira tinto - e entre um lançamento de menires e uns bons sopapos, o invasor era mandado à mer… oops! À meta.


deixado a 15/1/14 às 12:56
link | responder a comentário | início da discussão

Hroque
Excelente empresário, e extraordinária medida aplicada à malta dos engravatados e rego ao meio. Não gostaram não? Vão fazer queixinhas, vão? Então meninos? Tiveram o previlégio de comer do melhor que a bairrada tem para oferecer e ainda assim ficaram "indignados"? Queixem-se ao irrevogável, ou ao da tecnoforma...

deixado a 14/1/14 às 11:14
link | responder a comentário

Observador
A Meta dos Leitões, é o meu local de paragem obrigatória quando passo pela Bairrada.


A partir de agora, passa a ser obrigatória a passagem pela Meta, nem que para isso, tenha que ir à Bairrada.


Observador

deixado a 14/1/14 às 11:57
link | responder a comentário

Gostei dos comentários, representam a Tugulândia , parabéns.
Não há maiores gatunos do que os donos dos restaurantes, cobram pelo que não servem e fogem ao Fisco de todas as maneira e feitios.
Comigo deixaram de o fazer.
Agora todos apresentam uma factura com NIF.
Que uns gostem de ser comidos por trás, é lá com eles, eu não gosto.
Espero que esta baiúca leve um correctivo que a deite ao tapete.
Se todos pagassem os impostos eu talvez pagasse um bocadinho menos.
Mas há uns que gostam de ser masoquistas, é lá com eles.
Eu não gosto que me comam por parolo.
Vocês gostam, que vos faça bom proveito.

deixado a 14/1/14 às 14:30
link | responder a comentário | discussão

goldman sachs
eu como-te por parolo todos os dias.
e tu és tão parolo que ainda me defendes!

deixado a 14/1/14 às 17:43
link | responder a comentário | início da discussão

what?
De certeza que há gatunos maiores do que os donos dos restaurantes - e o fado, que não gosta de ser comido por trás, até costuma defendê-los. 


Agora que o governo, em nome do triunvirato, suspendeu o direito, o fado deve estar à espera que um pançudo de um juiz aplique o tal correctivo - deve ser com base no abuso de confiança. 


De facto, foram pouco gamados - é uma questão de justiça social - se não estiverem satisfeitos, sempre podem ir a uma cantina social, os pieguinhas. Ou antes, foram pouco comidos por parolos! o fado não gosta de ser comido por parolo mas "aguenta, aguenta".


Nunca fui a este restaurante, mas acho que tenho de ir lá dar-lhes algum dinheiro pelo seu serviço patriótico!

deixado a 14/1/14 às 18:28
link | responder a comentário | início da discussão

A.R.A
FADO ALEXANDRINO


"desse governo que nos rouba, então para me defender eu também os roubo a vocês"


Isto foi uma declaração explicita de "acção directa" para preservar a honra (de estar a servir quem o rouba) e o bom nome do proprietário pois, a ser roubado também pelo "gang" a quem pertenciam os comensais, só a presença destes pode ser entendida como uma provocação e ou uma violência psicológica insuportável que não deu outra alternativa ao mesmo como preservação do bom nome.


(qualquer duvida acerca da "acção directa" no código penal, o advogado e deputado do ps ricardo rodrigues elucida-o da melhor maneira)


Portanto, Fado, aquilo que afirma não se espelha no relato acima, foi apenas e só uma acção directa para manifestar o seu direito em assegurar o seu próprio direito.


Contudo ... não deixa de ser hilariante e até anedótico como em menos de 4 anos este executivo e seus sequitos se mostrem exímios em ... "bizarrarias afins" ... chame-mos-lhes assim!


A.R.A  


Obrigado.
O "Sr. Sarmento" aparentemente o dono do tal restaurante já veio negar tudo.


"Isso é tudo uma pantominice. Isso é tudo falso", disse à Lusa Gonçalo Sarmento, adiantando não ter conhecimento das acusações.


Ora bem, temos aqui que o "Sr. Herói" já percebeu a argolada em que se meteu ou o deixaram meter.
Sugiro que comecem a ir lá almoçar ou então abram um NIB para o ajudarem a pagar a cacetada que por certo lhe vão aplicar.
A não ser que 15 pessoas se tenham juntado para mentir e por azar agora aparece um coitado que a única coisa que antigamente sabia era que tinham sido 19 a jantar e que agora já não se lembra de nada.


Este arroubo do senhor Sérgio Lavos faz-me lembrar o célebre caso do túnel do Rossio.
Uma ejaculação precoce?


what?
concordo com o sr sarmento - é tudo uma pantominice, não sei de nada, não se passou nada.

deixado a 15/1/14 às 00:22
link | responder a comentário | início da discussão

what?
O que é que diz o governo sobre a destruição do estado social, da educação pública e do sns: "é falso, é uma pantominice" - são assim os seus heróis...

deixado a 15/1/14 às 00:24
link | responder a comentário | início da discussão

Anónimo
A não ser que 15 pessoas se tenham juntado para mentir

Tipo o PSD e CDS inteiros aquando das eleições?

És tão inocente para o que te convém que metes dó.

deixado a 15/1/14 às 10:13
link | responder a comentário | início da discussão

A.R.A
FADO ALEXANDRINO

Meu caro, fiquei confuso ... o que é que é falso? O valor a cobrar ou a resposta dada?

A pantominisse veio da parte de quem? Dos tais 15 ou de quem os serviu?

Mas tambem, realmente, estamos a falar de uma estirpe especifica de eleitores que de submarinos a sobreiros não há Jacinto Leite Capelo Rego que lhes belisque a idoneadade.

No entanto, se o dito Sr. não tem conhecimento da acusação que lhe é imputada é porque os tais "comensais" estão de má fé para com o restaurante o que ainda torna a coisa mais hilariante!

Assim, abra o Fado um NIB caso se prove que a brincadeira do comunicado seja falsa e esta desague num possivel processo por difamação por parte do "Sr.Heroi" ... creio que o Sr. Leite Capelo Rego em muito lhe agradeceria o gesto.

A.R.A


Obrigado.
É típico.
Misturam-se os assuntos e depois ninguém se entende porque começam com alhos e terminam em bugalhos.
Do que sei das notícias (não estive lá, nunca fui à Mealhada) o dono do restaurante negou o livro das reclamações porque as mesmas só podem ser feitas com BI e o reclamante apresentava a carta de condução.
Há aqui fumo.
O fogo também deve ter havido.
Parece portanto ter havido uma tentativa bem sucedida de burla.
Mantenho o que digo, não há um restaurante em toda a Tugulândia que em vendo uma mesa de animação com mais de dez pessoas não meta qualquer coisinha a mais.
Se descoberto (uma possibilidade em mil) arranja uma desculpa ou faz como este grunho.
O estarem envolvido fulanos do CDS para mim é igual ao litro.
Não lhes devo nada e eles não me devem nada.
Até podia ser com o Mário Soares (ler artigo hoje no Correio da Manhã) não gosto deste tipo de aldrabões.
Melhores cumprimentos.


what?
há burla sim senhor e gigante! nada que o incomode...

deixado a 17/1/14 às 11:10
link | responder a comentário | início da discussão

Anonimo
Fadisteiro, o enrabado (diariamente por este governo) feliz e agradecido.
E depois dizem que não há milagres.

deixado a 15/1/14 às 10:58
link | responder a comentário | início da discussão

Comodoro
É pois, os meninos do CDS se pagassem com o dinheiro do erário público provavelmente nem piavam, mas talvez não seja o caso já piam. Nesta caso o mais certo é nem existir inocentes, agora acusar os donos dos restaurantes como quase os maiores malfeitores deste País dá-me vontade de rir. Tenham dó e juízo! Olhem lá colegiais do CDS o melhor é alterar a lei e aumentar o IVA da restauração para 50%. Já agora o Sr. Artur Rêgo estaria lá e também se sentiu roubado?!?!?!? Na cantina da AR é que é bom, é à fartazana e é bem mais barato, mas somente para eles... Aqui neste caso há muita coisa por contar ou recontar é pelo menos esta a ideia que aqui fica....

deixado a 15/1/14 às 11:27
link | responder a comentário | início da discussão

A Meta dos Leitões infringiu a Lei, cobrando mais umas refeições? Pode alegar direito de protesto e acabar por ser ilibado. E o Governo que deveria dar o exemplo e infringe Lei a torto e a direito e quando vê que não pode mesmo infringi-la altera-a unilateralmente? quem é que o sanciona? Quem será mais prevaricador?

deixado a 14/1/14 às 17:45
link | responder a comentário

Jacinto Leite Capelo Rego
Lá vou eu ter de pagar a conta!!

deixado a 14/1/14 às 19:48
link | responder a comentário

Só tenho pena que fossem 4 refeições a mais. Eu faço questão de ir ao restaurante almoçar e agradecer ao dono pessoalmente.
E mais vou fazer publicidade ao restaurante.

deixado a 15/1/14 às 01:44
link | responder a comentário

Kirk
Sóa uma correcção Sergio.
O ditado é:  "Ladrão que rouba ladrão, tem cem anos de perdão"
Kirk

deixado a 15/1/14 às 08:51
link | responder a comentário

Carlos Guerreiro
Será que ao menos pediram a fatura???...

deixado a 15/1/14 às 09:59
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador