Quinta-feira, 25 de Março de 2010
por Bruno Sena Martins
[caption id="attachment_16939" align="alignnone" width="500" caption="A Sombra de uma dúvida, Alfred Hitchcock (1943)"][/caption]

O Benfica está a jogar o melhor futebol que vemos em Portugal desde há muitos anos. Assim sendo, apesar da benesse de um investimento de 33 milhões de euros, jamais me passaria pela cabeça tirar mérito à prodigiosa máquina montada por Jorge Jesus. O que Jorge Jesus não merecia é que Ricardo Costa, o narciso que preside à Comissão Disciplinar da Liga, colocasse este campeonato sob suspeita. Como bem denunciava Costa Andrade há cerca de um mês, no seu afã justiceiro, polvilhado da mais refinada hipocrisia, Ricardo Costa não teve problemas em atropelar princípios elementares do  Direito. Com a dramática redução de pena de Hulk pelo Conselho de Justiça da FPF, a senda persecutória de Ricardo Costa fica agora a céu aberto.

Até porque Hulk estava a fazer uma época risível, o Benfica de Jorge Jesus não precisava disto. Não precisava disto o Benfica de Aimar, Cardozo, Saviola, David Luiz, Di Maria e Javi Garcia. E provavelmente não merecia a sombra da dúvida que inevitavelmente ficará pairando sobre o campeonato 2009/2010.

Publicado também em Avatares de um Desejo.

por Bruno Sena Martins
link do post | comentar | partilhar

96 comentários:
"Afã justiceiro"? Eu diria antes afã de protagonismo! Mas também passar-se a sanção do 80 para o 8 não deixa de causar alguma perplexidade...

deixado a 25/3/10 às 11:04
link | responder a comentário

l.rodrigues
Acho que ninguém tem dúvidas. O Benfica continuaria à frente, e o Hulk seria considerado um bluff ainda maior. 100 milhões???

A dúvida está é na sensatez desta comutação, com o argumento, pelo que ouvi, de que os stewards não são agentes desportivos, mas sim espectadores. Há espectadores nos corredores?

É que, já agora, se isso for razão para pena menor, está errada. Agredir um espectador deveria ser tão ou mais grave do que agredir um agente desportivo. O espectador paga o seu bilhete e é a razão de ser do espectáculo e do negócio que é o futebol.

deixado a 25/3/10 às 10:43
link | responder a comentário

Luis
Que o castigo a Hulk e Sapunaru era exagerado, pouca gente teria dúvidas. Que a redução para esta mão vazia de jogos é pelo menos tão ridícula como o anterior castigo vamos ver quantos dirão (poucos, imagino). A verdade é que se baseia na opinião de que foi aplicado o regulamento errado, considerando que os "stewards" são público e não intervenientes no jogo. Um regulamento que estabelece que agredir público tem uma gravidade infinitamente menor que agredir intervenientes no jogo (repare-se que as agressões não nunca postas em causa, facto sempre "esquecido" pelos adeptos do FCP) não sei se merece grande celebração.
Seja como for, a sombra da dúvida que "desportivamente" querem lançar sobre este campeonato (na qual só se insistirá caso o Benfica o vença; será rapidamente esquecida em caso de vitória do Braga) nunca, mas mesmo nunca, será maior do que a sombra da dúvida sobre 30 anos de campeonatos ganhos com Pinto da Costa ao leme.

deixado a 25/3/10 às 10:53
link | responder a comentário

Melhor equipa a jogar futebol em Portugal, melhor marcador, melhor ataque, melhor defesa, com bons resultados na Europa e mesmo assim... Ainda vai haver SEMPRE alguém que vai dizer que foi porque o Hulk não jogou, ou porque o Benfica foi beneficiado. Isto, é até cómico, uma vez que o Benfica, este ano, foi sempre prejudicado nos derbis com o Porto e com o Braga) e melhor, até um Benfiquista ou Sportinguista consegue reconhecer que o Porto, com Hulk, até joga pior, ou seja, até foi uma benece para o Porto jogar sem o Hulk... lol

deixado a 25/3/10 às 11:26
link | responder a comentário

Antonio Cunha
Em 1995, Eric Cantona pontapeou um espectador e foi suspenso por nove meses. Em 1998, Fernando Mendes agrediu um bombeiro e foi suspenso por três meses. Em 2008, Emmanuel Duah pontapeou a perna de um maqueiro e foi suspenso por dois meses. Note-se que, até agora, as vítimas eram todas elas pessoas que estavam a intervir fortemente no jogo. Em 2009, Hulk agride um steward e é suspenso por três jogos. Logo por sorte, o assistente de recinto desportivo em termos jurídicos não é considerado um “interveniente no jogo”. É certo que mencionei o factor sorte. Mas não coloco de parte a hipótese de Hulk, segundos antes de aplicar um pontapé na queixada do steward, ter pedido um parecer jurídico ao prof. Gomes Canotilho. Ainda que bem que existe o Direito: se não, quem é que fazia a distinção entre mandíbulas fracturadas?

Nenhum dos jogadores acima referidos, nomeadamente Mendes e Duah, foi suspenso preventivamente, é certo. Mas isso deve-se ao facto de, nessa fase, o FC Porto ainda não se ter lembrado de propor aos outros clubes que os jogadores expulsos ficassem automaticamente suspensos sem limite temporal – só o fizeram em Julho de 2009. A maior parte do período que Hulk ficou sem jogar (de 20 de Dezembro até à decisão da Comissão Disciplinar da Liga, a 19 de Fevereiro) deve-se, portanto, ao próprio departamento jurídico das Antas, com que se diz que o dr. Ricardo Costa aprendeu tudo o que sabe sobre decisões que prejudicam o FC Porto. E quando me refiro ao período que o Hulk ficou sem jogar, estou a ser magnânimo: não inclui o Arsenal-FC Porto, apesar de tudo o que foi dito pela maioria dos comentadores sobre a actuação do brasileiro.



Autor: Miguel Góis

Fonte: Jornal Record

deixado a 25/3/10 às 11:35
link | responder a comentário

M. Sampaio
Agora, com o FCP fora da disputa, o "castigo" já pode ser reduzido.
Objectivos alcançados chegou a hora de lançar areia para os olhos do Zé Pagante.
Benfica o campeão da transparência...

deixado a 25/3/10 às 11:40
link | responder a comentário

Carlos Marques
Sr. Martins,

Sombra de dúvida?
Vá apanhar sol que a sombra passa-lhe.

Quanto a esta: "...apesar da benesse de um investimento de 33 milhões de euros..." Sabe o sr. Martins quanto investiu o seu sem sombra de dúvidas FCP neste ano, com os resultados que se conhecem?

deixado a 25/3/10 às 11:40
link | responder a comentário

Bruno Sena Martins
Sei. Teve um investimento negativo de -45 milhões de euros. Leu bem, ao contrário do Benfica o plantel do Porto foi vendedor e não comprador quando analisados mos montantes nas vendas e compras. Pode questionar-se ai forma como o Porto foi ao mercado, e acredite que questiono mais severamente que algum benfiquista!, mas não se podem questionar números que na avaliação comparada entre Jesualdo e Jesus nos dizem isto: Jesus sem nada vender pôde gastar 33 milhões, Jesualdo viu o plantel desvalorizar em 45 milhões.


Para uma análise mais rigorosa:


Entradas
Miguel Lopes 0,6
Varela 0
Orlando Sá 1,7
Maicon 1,1
Beto 0,5
Álvaro Pereira 4,5
Belluschi 5
Falcao 3,9
Valeri 2,3
Prediger 3,5
Total 21,4

Saídas
Paulo Machado 3,5
Lucho Gonzalez 18
Lisandro Lopez 24
Vieirinha 0,3
Ibson 4
Cissokho 15
Bollati 1,5
João Paulo 1
Total 67,3

Mais alguma pergunta?

deixado a 25/3/10 às 11:54
link | responder a comentário

Lisboeta
Eu prefiro pôr as coisas de outro modo. Depois de feita justiça, por um Ricardo Costa sem medo de enfrentar a máfia, o polvo esticou os seus tentáculos na tentativa de que a justiça fosse refeita a seu bel-prazer. Aliás, só quem não ouviu as conversas de PdC no YouTube é que poderia algum dia pensar que isto não era um cenário já anunciado. Da podridão que tem minado o futebol português nas últimas duas ou três décadas, há remeniscências organizativas que ainda se mantém vivas e que estão prontas a operar no momento certo.

Dizer-se que os jogadores do Benfica não mereciam isto, é conversa de xaxa e um discurso de falsete. Da primeira vez que o FCP foi campeão europeu, as equipas inglesas estavam impedidas de jogar nas provas europeias e eu nunca vi ninguém dizer que os jogadores do FCP não mereciam ser campeões europeus dada a ausência de equipas inglesas. E isto, por muito que se possa extrapolar em torno das cabazadas com que as equipas inglesas costumam despachar o FCP...

deixado a 25/3/10 às 11:54
link | responder a comentário

Bruno Sena Martins
Tem muita piada o Miguél Góis, sem sombra de dúvida. Mas é só.

deixado a 25/3/10 às 11:57
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador