Quarta-feira, 21 de Abril de 2010
por Bruno Sena Martins
O que faz o génio de Mourinho vê-se nos detalhes. E, na noite de ontem, os detalhes estiveram no evoluir das declaração a propósito do caso Balotelli. A história conta-se depressa: mais uma vez Balotelli entrou em campo de forma displicente e, ao ser apupado pelos adeptos, fartos dos seus comportamentos mimados, passou o tempo que esteve em jogo a mandá-los foder. Não contente, findo o encontro atirou a camisola do Inter ao chão (vídeo) e saiu do campo a praguejar. Como reagiu Mourinho? Conforme se vê neste vídeo, foi absolutamente cáustico com o comportamento do miúdo de 19 anos, explicando que onde os jornalistas queriam ver um problema de relação pessoal entre um treinador e um jogador está, isso sim, uma criança estúpida da qual qualquer treinador já teria desistido. Fim da história? Não.

Nas declarações à TV italiana, porventura ciente que, ao ser agredido por Materazzi, Balotelli, apesar da sua cagança crónica, estaria numa situação de fragilidade irreversível, voltou a repetir a crítica ao comportamento de Balotelli, mas desta feita deixou de lado a sua própria vitimização perante os jornalistas  italianos e acrescentou um pequeno detalhe: é bom que ele se prepare para jogar a titular no sábado. Ou seja, reunido o consenso anti-Balotelli, numa situação que qualquer treinador teria aproveitado para se livrar de um problema,  Mourinho decide dar-lhe (mais) uma derradeira oportunidade.



Com  Paulos Bentos e outros treinadores armados em líderes disciplinadores, Balotelli já estaria há anos num campo de trabalhos forçados (que se lixe o capital desperdiçado).  Já Mourinho é um disciplinador demasiado sério para perder um jogador cujo futebol vale dinheiro e vitórias. Na evolução das declarações de Mourinho percebemos como soube tirar partido da inédita fragilidade de Balotelli, não meramente para o salvar, mas para estabelecer com ele uma relação de dívida que, em última instância, o possa salvar.  Deus está nos detalhes. No que ao génio de Mourinho diz respeito, o jogo de ontem foi um pormenor. O detalhe veio depois.

Publicado também em Avatares de um Desejo.

por Bruno Sena Martins
link do post | comentar | partilhar

14 comentários:
[...] This post was mentioned on Twitter by Arrastão, joaoP. joaoP said: @jbizarro também é por este desafio ao Mourinho que me interessa o caso Bolotelli! http://bit.ly/clGu3v [...]

deixado a 21/4/10 às 12:17
link | responder a comentário

[...] Vi no excelente blog do nosso amigo Arrastão [...]

deixado a 21/4/10 às 12:22
link | responder a comentário

j
Esta novela Bolotelli tem-me apaixonado! Estou fã da situação...principalmente porque, precisamente, estou curioso em ver como o Mourinho vai descalçar a bota!!
Já agora, também sou fã do balotelli 1º porque gosto de malucos que fogem à norma, 2º porque de facto, me parece um enorme jogador!
Acima de todo o resto sempre achei que a principal qualidade do Mourinho era a capacidade de manter motivados os jogadores, principalemnte os suplentes

deixado a 21/4/10 às 12:30
link | responder a comentário

Balotelli é um Quaresma apenas um pouco mais escuro.
Nunca vai conseguir jogar futebol disciplinado e táctico.
Dentro de dois ou três anos até pode estar a jogar em Portugal.

deixado a 21/4/10 às 12:51
link | responder a comentário

mário borges
Se o Paulo Bento era ou não muito disciplinador não sei. Sei que não se premeia um jogador que fez aquilo dando-lhe a titularidade no jogo seguinte.
Não é dar-lhe oportunidade

deixado a 21/4/10 às 13:44
link | responder a comentário

mário borges
Se o Paulo Bento era ou não muito disciplinador não sei. Sei que não se premeia um jogador que fez aquilo dando-lhe a titularidade no jogo seguinte.
Não é dar-lhe oportunidade que o vai fazer melhor jogador mas antes fazê-lo parar e reflectir no erro que fez.
Faz-me lembrar a educação das criancinhas hoje que não se pode dar palmadas mas antes dar "liberdade"...
O erro serve para reflectir e a ausência do castigo premeia a impunidade e irresponsabilidade.

deixado a 21/4/10 às 13:46
link | responder a comentário

Bruno Sena Martins
As diferenças com o Quaresma são muitas, senão veja-se o que se passa do ponto de vista técnico-táctico: Bolatelli joga em 4-4-2 como segundo avançado e em qualquer tipo de 4-3-3 (flanqueado ou de contra-ataque) como pode fazer uma das alas do losango no 4-4-2. Quaresma só joga no 4-3-3 de ataque organizado, razão primeira do seu fracasso é o facto de Mourinho não ter conseguido impor este sistema em Itália. Outra razão, Quaresma é um virtuoso, mas é lento, Bolatelli é um jogador rápido que se dá bem a jogar nas costas da defesa quando o jogo está partido (ou seja, entre muito bem a suplente). Quanto à atitude terá traços do Quaresma, mas as semelhanças ficam por aí.

deixado a 21/4/10 às 13:55
link | responder a comentário

Antonio Cunha
São estas situações que Mourinho adora. O desafio, o contrariar a "norma"

E é por isso que é maior do mundo. Não vira a cara à luta nem sede a pressões.

deixado a 21/4/10 às 13:57
link | responder a comentário

Antonio Cunha
Embora nada tenha a ver para o o caso

Novas escutas do Apito dourado reveladas esta semana

Reparem que Pinto da Costa está em todas. Isto é VERGONHOSO. Ele é que escolhe os árbitros.

http://www.youtube.com/watch?v=5WstEqKiYX4&feature=player_embedded#!

deixado a 21/4/10 às 13:57
link | responder a comentário

João
Ladino como sempre, o senhor Fado insinua que os escurinhos até podem ter jeito para a a bola, mas táctica é demais para aquelas cabecinhas. E quanto mais escurinhos pior, como é óbvio.

deixado a 21/4/10 às 14:37
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador