Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2010
por João Rodrigues


Fernando Nobre pode tentar ser o que quiser (e os "soaristas" também...), mas Alegre, por razões que aqui e aqui já expus, parece-me o melhor candidato da esquerda para derrotar Cavaco.

por João Rodrigues
link do post | comentar | partilhar

33 comentários:
[...] Caderno de encargos de um eleitor oportunista, de Bruno Sena Martins Outra vez?, de Daniel Oliveira Alegre, de João Rodrigues Entrada em campo do Nobre nas barbas do Alegre, uma alegoria e a vingança [...]

deixado a 19/2/10 às 10:30
link | responder a comentário

zzzzzz.... alegre is going down

deixado a 17/2/10 às 19:37
link | responder a comentário

O Psiquiatra de Serviço
Ainda mal que pergunte: cadê o sr. Alegre?

deixado a 17/2/10 às 19:38
link | responder a comentário

Manolo Heredia
Moral da história: O PS está preparando a candidatura do professor casáco!
Cambada de atrasados mentais !

deixado a 17/2/10 às 19:49
link | responder a comentário

José
Lembram-se do Zenha?
Pois é!!!
O criminoso volta sempre ao local do crime!!!

deixado a 17/2/10 às 19:59
link | responder a comentário

o silêncio de Alegre tem sido comprometedor e a cada dia que passa o capital ganho vai-se esfumando, e o sapo que muitos se dispunham a engolir ameaça tornar-se intragável.

Fernando Nobre talvez não tenha condições de notoriedade para vencer cavaco, mas a sua vida é um exemplo de cidadania e independência face a partidos, 2 características que tenho como fundamentais num candidato presidencial.

Entretanto, o BE talvez comece a perceber que se calhar se adiantou no apoio a Alegre, isto porque ninguém mais se chegou à frente, atitude que muito contribui para este anúncio.

E sabendo de antemão as dificuldades de derrotar um presidente a caminho do 2º mandato e que reúne consensos à direita, a esquerda, mais uma vez, DIVIDE-SE!

Haverá remédio?

deixado a 17/2/10 às 20:29
link | responder a comentário

Nuno Rebelo
Que post tão deselegante.

deixado a 17/2/10 às 20:42
link | responder a comentário

PMDM
É interessante que neste como em muitos blogues o aspecto que é mais valorizado é a probabilidade de ganhar a Cavaco.

Parece que não interessa muito saber qual, na eventualidade de ser eleito, será melhor Presidente da República.

Assim se faz o debate político deste lado da barricada e por isso é relativamente normal ver expressões como "inimigo" a marcar o debate político

É por estas e por outras que a probabilidade de qualquer um destes ganhar a eleição é reduzida e com tendência a diminuir

deixado a 17/2/10 às 20:45
link | responder a comentário

Votar no Alegre, aquele que fala grosso, mas que está caladinho a mando do Sócrates?

Alegre, vai pra casa gozar a reforma.

Já estou farto de artistas de esquerda que têm mobilizado os votos da esquerda para depois coligarem-se com os poderosos e os banqueiros.

Basta olhar para o Sampaio, o Mário Soares, o Sócrates, o Almeida Santos,etc.

Tudo gente que traiu a esquerda e os mais desfavorecidos!

deixado a 17/2/10 às 20:52
link | responder a comentário

cafc
Meu caro João Rodrigues

Manuel Alegre já não pode tentar ser o que quiser.
Quando muito, pode tentar mostrar-se o oposto do que foi durante décadas. Sobre a sua candidatura, já me manifestei, aqui, no Arrastão.

Fernando Nobre, para mim É. Por uma questão de respeito pelos leitores e comentadores deste blogue, convido-o a explicar o sentido da frase com que iniciou o seu post. Já que ela não mostra qualquer respeito pelo visado.

"A procissão ainda vai no adro". No entanto, já há quem queira pôr o "santo no altar" dentro da "capela".

Na ânsia de defender a candidatura de Alegre (o que é legítimo), não devem esquecer-se que o objectivo principal, também para mim, é derrotar Cavaco.

Se for possível, concentrem-se no adversário principal. Evitem a reedição da "esquerdofagia", que tantos benefícios trouxe à direita.

Repito, para que não haja dúvidas sobre o que escrevi. "Haja o que houver", votarei Alegre, só numa hipotética segunda volta, contra Cavaco.

Porém, se os apoiantes de Alegre optarem por uma radicalização (relativamente, a candidatos da área "não cavaquista"), arriscam-se a afastar muitos eleitores do "voto útil" que descrevi no parágrafo anterior.

A direita e Cavaco, já têm muitos motivos para estarem agradecidos. Por favor, evitem que, ambos, façam o "agradecimento final".

Um abraço.

deixado a 17/2/10 às 20:52
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador