Terça-feira, 13 de Abril de 2010
por João Rodrigues


“A ‘solução preguiçosa’ é, de facto, preocupante. Porque não se trata de uma ‘preguiça’ indolente, que possamos associar a inacção, mas antes de uma preguiça activa, que faz lembrar a semântica bíblica que a considera um pecado capital (como oposição directa ao amor a Deus). No contexto do PEC, e face a um desemprego galopante, essa ‘preguiça’ sinaliza mesmo uma falha, senão mortal, decerto moral: é uma má escolha e reifica uma oposição directa ao contrato social em que as democracias fundaram a legitimidade da representação popular e para cujo funcionamento criaram as instituições democráticas que conhecemos.” O resto do artigo da Sandra Monteiro no Le Monde diplomatique – edição portuguesa deste mês pode ser lido aqui.

Destaque ainda na edição portuguesa para os artigos de José Castro Caldas sobre as responsabilidades dos economistas convencionais nesta crise económica – "Esta Economia para quê?" – e de José Reis – "Economia e sustentabilidade: sobre o PEC e o governo progressista das sociedades". Aliás, estes dois economistas escreveram recentemente um artigo conjunto sobre o PEC, que saiu no Público e que está agora disponível aqui: “É aos Estados que cabe um papel essencial no desencadear desta capacidade europeia, tão inexistente e tão necessária. Mas, infelizmente, esses Estados auto-fragilizam-se.” Já agora, no sítio do mdiplo podem ler, numa parceria com o Mayday, vários artigos que saíram no jornal sobre o tema da precariedade laboral.

por João Rodrigues
link do post | comentar | partilhar

5 comentários:
E não é que a Comissão Europeia veio hoje a dizer que este PEC é curto, não chega? Como era de esperar o PEC actual vai entrar num processo de contínua revisão e regeneração. I got a feeling que o C de crescimento vai continuar a ser uma mera figura de rectórica. Quando era necessário estimular os agregados da procura - investimento produtivo e procura interna - o que fez o governo Sócrates? Exactamente o contrário escolheu uma asfixia fiscal ainda maior tendente a reduzir o rendimento disponível. A autofagia continua...

deixado a 13/4/10 às 16:55
link | responder a comentário

[...] This post was mentioned on Twitter by Rede TubarãoEsquilo. Rede TubarãoEsquilo said: Um jornal por outra economia: “A ‘solução preguiçosa’ é, de facto, preocupante. Porque não se trata de uma ‘pregui... http://bit.ly/cexzC0 [...]

deixado a 13/4/10 às 18:02
link | responder a comentário

???
Sobre esse assunto recordo ter lido, há muitos anos, este livro:
http://www.estantevirtual.com.br/Claude-Julien-O-Suicidio-das-Democracias-26146596.html

http://www.leitura.gulbenkian.pt/index.php?area=rol&task=view&id=20436
do autor Claude Julien
http://www.statemaster.com/encyclopedia/Claude-Julien-%28journalist%29

Está tudo lá: a análise da relação entre a quantidade de dinheiro angariado e os resultados das eleições (um dos exemplos é Ronald Reagan ainda como governador).
Está também a criação das megalópoles com todo o imbricado entre políticos e especuladores imobiliários.
Como disse li há muitos anos, porém lembro-me porque vi tudo o que o livro descreve acontecer na minha terra e no meu país.
Recomendo vivamente.

deixado a 13/4/10 às 20:54
link | responder a comentário

Caríssimo João Rodrigues,

sem dúvida que este jornal "Le Monde Diplomatique" é uma referência incontornável em artigos de fundo que nos ajudam a repensar as estratégias para uma nova economia tão necessária para que exista maior justiça social, maior qualidade de vida dos cidadãos e maior moralidade nas relações sócio-económicas como, aliás, nos recomendou com tanta razão o Papa Bento XVI na sua última encíclica "Caridade na verdade".

Saudações cordiais, Nuno Sotto Mayor Ferrão
www.cronicasdoprofessorferrao.blogs.sapo.pt

deixado a 13/4/10 às 22:49
link | responder a comentário

[...] Vi no excelente blog do nosso amigo Arrastão [...]

deixado a 14/4/10 às 00:23
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador