Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Na República das Bananas

Daniel Oliveira, 07.01.08
O Tribunal do Funchal ordenou a penhora de um terço da remuneração do deputado madeirense João Carlos Gouveia, até perfazer o montante da multa pelo crime de difamação a Alberto João Jardim, presidente do Governo Regional da Madeira, pelo que fora condenado e que se recusara a pagar. (via "Público")

O deputado em causa tinha direito à imunidade parlamentar que lhe foi retirada pela maioria PSD da Madeira. Alberto João Jardim, apesar de ser profissional do insulto e da difamação, nunca foi a julgamento. Este é um excelente exemplo de como o Estado de Direito não existe na Região Autónoma da Madeira: a lei não se aplica de igual forma a todos os cidadãos, incluindo os que foram eleitos.

7 comentários

Comentar post