Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Doença infantil

Daniel Oliveira, 11.05.08


Que os partidos se critiquem uns aos outros é normal. Faz parte do jogo democrático. Mas é suposto que as críticas tenham algum conteúdo. Este tipo de textos gratuitos, publicados no órgão central de um partido político, são de tal forma infantis que provam apenas que o "Avante!" entrou em roda livre. Começou com os elogios a Estaline, acabou nisto: uma acção política normalíssima, como tantas que o PCP e todos os partidos organizam, é comparada, vá-se lá saber porquê, a um comício de Salazar e a uma "patuscada". Porquê? Um texto que, pelo absurdo, além de publicitar a iniciativa de um partido concorrente, apenas dá sinais de um desvario completo.

Compreende-se que o ano de 1968 não traga boas memórias a alguns comunistas. Mas então que venham ao debate e se deixem de criancices.

37 comentários

Comentar post

Pág. 1/4