Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Há massagens e massagens

Daniel Oliveira, 30.07.08
«Qualquer gesto que possa ser interpretado como uma "situação mais íntima" nas praias algarvias está proibido, por ordem do Comando Marítimo do Sul (CMS). Pedir ajuda para espalhar protector solar nas costas, ainda vá que não vá, mas se o movimento deslizar para uma prática que possa ser interpretada como massagem, a Polícia Marítima avança para aplicar uma coima, não vá algum turista queixar-se de atentado ao pudor.

O presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), Elidérico Viegas, considera que a notícia, divulgada ontem pela TSF, só pode ser entendida como "uma piada" própria da silly season. Mas o responsável do CMS, Reis Agoas, diz que se pretende evitar "situações mais íntimas" porque "há massagens e massagens". (...)

O comandante CMS, em declarações às rádios, explicou o que o levou a proibir as massagens: "Toda a gente sabe como começam mas ninguém sabe como acabam", justificou.» (Público de hoje)

31 comentários

Comentar post

Pág. 1/4