Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008
por Daniel Oliveira
No inquérito sobre qual a melhor forma de combater e prevenir crises financeira, 76% dos leitores defenderam maior regulação dos mercados financeiros, 14% menor regulação dos mercados financeiros e 10% consideram que se deve deixar tudo como está.

Agora deixemos as frivolidades e vamos a assuntos mais importantes para a humanidade: Quem deve beneficiar de uma habitação municipal em Lisboa? É ir votar.

por Daniel Oliveira
link do post | comentar | partilhar

7 comentários:
basta dar uma vista de olhos aos preços das casas em lisboa, principalmente nos lugares mais desertificados, fora das horas de expediente, para ver que é uma grande comédia... de mau gosto...

deixado a 29/9/08 às 23:10
link | responder a comentário

rosinha dos limões
È tudo uma vergonha!..
Estava a ver na RTP 1(mudei entretanto de canal) o debate moderado pela Fátima campos Ferreira sobre o divórcio!..
O que ali vai é uma peixeirada entre as duas bancadas histéricas, que não dá para ver, e que me envergonha enquanto mulher, porque elas de facto não sabem estar à altura da discussão!!..
Aliás, nem sei porque carga de água, algumas "aves" ali foram...

deixado a 29/9/08 às 23:25
link | responder a comentário

Luis Moreira
Os que precisam ! Jovens em ínicio de carreira,casais com emprego na cidade, cientistas e artistas,escritores e pintores que dêm visibilidade á cidade. Agora para amigos, gajos dos copos e de gajas,porra é uma indecência!

deixado a 29/9/08 às 23:33
link | responder a comentário

Luis Moreira
Um gajo que tambem precisa é o José Bastos, director da CML,pois não sabe se se vai divorciar e, pelo sim pelo não, é melhor ter uma casinha catita da CML,guardadinha! OH! José Bastos porque é que não mete lá já a rapariga que só está à espera do divórcio? tem casa e não tem namorada? Porra, o pessoal que labuta tem namoradas mas falta sempre a casa.Você é de cá?

deixado a 29/9/08 às 23:59
link | responder a comentário

manuel j. neto
Daniel Oliveira,

li, a propósito do seu post de há alguns dias atrás, as teses do congresso do PCP e considero, sem ambiguidades, que as citações que delas fez não correspondem de modo algum a distorções de sentido do que lá escrito. Dito isto, a minha pergunta é a seguinte: tirando a leitura revisionista do processo de desagregação do campo socialista de Leste (que, de resto, pouca interesse tem para a discussão política de hoje), a posição global em relação à União Europeia, a defesa (ainda que mitigada) de regimes como os da China, Coreia do Norte e Cuba, algum sectarismo, a retórica e, obviamente, a análise que é feita à intervenção, definição e espaço políticos e ideológicos do Bloco de Esquerda, não subscreveria o Daniel Oliveira aquelas mesmas teses, se não integralmente, pelo menos na sua maior e parte mais essencial? O próprio BE, enquanto organização partidária, não poderia subscrever aquelas teses?
A pergunta parece-me importante e poderia ser feita no sentido contrario (ou seja, ao PCP, desafiando-o ao mesmo exercício de análise de simetria de posições). Julgo que a sua resposta poderia ser importante, não obiamente neste contexto específico mas num mais abrangente e que envolvesse as respectivas direcções partidárias, também na tentativa de descerrar de vez esta cortina insuportável de retórica e mútua caricaturização que encena diferenças que, no essencial, não são significativas e que, no limite destrói qualquer possibilidade de discussão política séria na esquerda, e se constitui como o sintoma mais evidente de um discurso que, infelizmente, se vai deixando capturar na sua própria cripta ideológica, que fantasia uma resistência ao capitalismo e ao imperialismo (que não é, de todo, real) e se demitiu da obrigação ou é incapaz de produzir um discurso verdadeiramente crítico acerca de si próprio e da realidade, apesar da justiça de objectivos e propósitos que constituem os seus pressupostos.

Pedindo-lhe desculpa pelo comentário muito longo e pelo facto de estar a intervir no âmbito de um post que não tem a ver com o comentário, apresento-lhe os meus cumprimentos.

deixado a 30/9/08 às 01:07
link | responder a comentário

pertinente
Neste inquérito, falta a hipótese "Associações da Igreja Católica, Apostólica Romana, sobretudo aquelas que contam nos seus quadros com a Vereadora da Habitação"

deixado a 30/9/08 às 10:02
link | responder a comentário

António
No meio disto tudo, onde está o Zé?

deixado a 30/9/08 às 12:30
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador