Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Como já pagam pouco...

Pedro Sales, 30.12.09


Código Contributivo pode penalizar quase metade dos "independentes". Caso fosse aplicado em 2010, o Código Contributivo deveria representar um agravamento das contribuições para a Segurança Social para, pelo menos, 40 por cento dos trabalhadores independentes, cuja esmagadora maioria é composta por "falsos recibos verdes". E trata-se de um cálculo por defeito, estimado com dados da administração fiscal de 2008. Ao PÚBLICO, o Ministério do Trabalho, baseando-se em dados fiscais de 2007, conclui que 30 por cento pagariam mais do que actualmente, mas ainda não explica como chegou ao número.

Vale a pena ler a notícia toda e perceber o desconforto do Ministério do Trabalho com este trabalho do Público. Depois de demorar mais de um mês a responder ao jornal, na véspera da publicação do artigo tentaram amanhar uns números à pressa. Em boa hora o fizeram, pois o único resultado visível foi demonstrar a brutal disparidade entre os números da segurança social e dos impostos. Estamos a falar de números oficiais, mas que, mesmo assim, não batem certo nem na casa das dezenas de milhar. Como o Público refere, "a própria Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) - peritos que apoiam o Parlamento - salientou a ausência de estudos de impacto". Uma informação que diz muito sobre a credibilidade dos números avançados pelo Governo de José Sócrates sobre esta matéria nos últimos tempos. É tudo um "suponhamos", para citar a apropriada Conversa da Treta.

Adenda: Esta notícia tem outra vantagem. Responder à perplexidade do João Galamba com o sentido de voto dos partidos à esquerda do PS.

6 comentários

Comentar post