Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

No Expresso

Daniel Oliveira, 31.08.09
No "Expresso", contuinuo os textos sobre as cinco candidaturas às legislativas. Depois do CDS, o Bloco de Esquerda.

Como todos os partidos, o Bloco tem voto convicto e voto de protesto. Mas tem também, mais do que qualquer um, voto de expectativa depois da desilusão com os outros. E é com esses eleitores que o BE tem mantido uma relação ambígua. A maioria deles espera, um dia, ver o BE no poder. Saberá que, por razões evidentes, isso não acontecerá com Sócrates. Mas acredita que ao dar peso ao BE ele virá a ser um parceiro incontornável e determinará o próprio comportamento do Partido Socialista. O problema é que os principais dirigentes do Bloco ainda não disseram se estão ou não interessados no poder. (...) Com mais peso eleitoral, o Bloco parece ser hoje um partido menos plural, mais ideológico, mais concentrado na figura do seu líder, com maior peso político do seu aparelho e mais parecido com o PCP do que era há dez anos. Alguns destes pecados eram inevitáveis. Outros não. Mas o Bloco está longe de ser monolítico. E nele não falta quem não tenha esta escolha como fechada.

Ler texto completo e comentar aqui.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.