Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Arrastão dos comentadores: Comunismo, o grande flop do século XX

Arrastão, 27.05.10
Texto de António Cunha



Outubro de 1917: o golpe de estado bolchevique significou bem mais do que a queda do czarismo e a subida ao poder de um grupo de políticos idealistas. A revolução liderada por Lenin tornou-se o ícone que representaria o começo de uma nova era para a humanidade, anunciando uma sociedade mais justa e um homem mais consciente de sua relação com seu semelhante. Mas não foi nada disso que se passou, bem pelo contrário. Em todos os países em que os comunistas chegaram ao poder nasceram regimes totalitaristas que não olharam a meios para alcançar os seus objectivos e implementar a sua doutrina. Entretanto morreram mais de 100 milhões de pessoas.

Mesmo depois de o embuste ter sido desmontado continuam a existir vários tipos de pessoas que acreditam piamente na farsa. Em Portugal alguns continuam ligados ao PCP, outros demarcaram-se do partido mas continuam a professar a ideologia e depois existem os mais perigosos de todos, os que se mudaram para o circulo do poder. Só no PS estão várias dezenas de ex-comunistas.

Não me canso de citar um ex-comunista Brasileiro e autor chamado Jorge Amado: “A esquerda em geral não é democrata. Posso dizer porque fui comunista. Lutávamos confessadamente pela ditadura do proletariado, que resultou em ditaduras pessoais e violentas. Democracia não tem nada a ver com ideologia. Ou se é ou não é”.

168 comentários

Comentar post

Pág. 1/17