Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Arrastão dos comentadores: Raiz da desconfiança

Arrastão, 27.05.10
Texto de Rui Miguel Fialho (Rui F)



Agradeço desde já ao arrastão a oportunidade que me deu de poder “postar” no blog.
Eu já tinha aflorado a questão.
O país é desconfiado e tem razões para isso.
Os piores exemplos – na sua esmagadora maioria vêem de cima – acompanhados de uma justiça que pura e simplesmente não funciona (ou se funciona, é inclinada em desfavor das classes de menos recursos e formação) são a realidade.
Esta desconfiança torna o país atrasado, tacanho, sem solução e condenado ao eterno fracassado.
Aparentemente, o Português de uma maneira geral, só se liberta com os estrangeiros ou em pequenas comunidades. Lá fora na estranja, ombreia com todos os povos e em todos os campos do saber, de igual para igual. Porque será? Numa reflexão simplista e despretensiosa, enumero as razões que na minha opinião estão na origem do problema:
- A desigualdade social. É a pior da OCDE.
- A mobilidade social mal existe, ou seja, só uma ESCASSÍSSIMA minoria de pessoas das classes desfavorecidas pode almejar a ter uma vida melhor.
- O compadrio, a cunha, o tráfico de influências são banais e condição para ter emprego, trabalho, abrir um negócio por conta própria, ter subsídios da UE, e estar melhor informado.
- A oligarquia é o sistema que domina a sociedade.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.