Sexta-feira, 28 de Maio de 2010
por Arrastão
Texto de Maria Henriques (maria**)



E depois da festa e dos devidos parabéns ao arrastão, cá voltamos nós de novo ás tristes realidades nacionais.se não estudas estás tramado, ora nem mais

O Blogue o Arrastão está de Parabéns.
O seu quarto aniversário está próximo e para o celebrar a ideia não podia ter sido melhor.
Convidaram 15 dos que por ali passam a comentar-lhes os postes, o que demonstra que o respeito pelas ideias diferentes e pela liberdade de expressão é mesmo algo para ser levado à séria .Ora esta realidade, aplicada ao universo bloguístico é rara e deve ser reconhecida, porque não são muitos os sítios onde essa mesma liberdade de expressão é respeitada, sendo que são quase sempre os que defendem ideias iguais aqueles que se sentem bem vindos na maior parte dos blogues por onde passo.
O Arrastão está pois de Parabéns, porque desde o começo da sua existência sempre usou como prática a abertura aos mais diferentes pontos de vista, aceitando até ( e eu sou disso testemunha) muito comentário provocador e até menos educado de gente cuja única intenção era a de agredir e não a de colaborar.

Ora neste nosso universo nacional , seja por causa da crise internacional , seja por causa das crises nacionais e pessoais , é muito mais fácil encontrar gente que agride que gente que colabora.
Exemplo desta intransigente atitude é toda aquela gente que critica não aceitando a diferença , e que exige dos outros aquilo que nunca dá. É creio eu uma questão de educação.
Alguns de nós são educados para o optimismo e para a tolerância, outros são educados para o pessimismo e para a intolerância. Alguns de nós vêem nos outros e nas diferenças de opinião, uma riqueza e um ponto de partida para uma melhor procura da integração de todos na sociedade; outros sentem toda a diferença como um ataque à sua realidade procurando asfixiar-lhe tantos os príncipios como a expressão.

Verdade seja dita que quanto mais alguns uivam a propósito de liberdades próprias , tanto mais tentam limitar as liberdades alheias , criando assim um universo recheado de hipocrisia, mais dada à protecção dos mais inconfessáveis interesses, que à justiça que deve existir para o bem estar da comunidade a que pertencem. A propósito desta coisa da educação, das liberdades e das comunidades ouvi o magnífico depoimento do Dr.Marçalo Grilo, ex-ministro da Educação e pessoa que para além de saber muito bem o que quer das realidades que o cercam parece também ser alguém muito capaz de dizer aquilo que quer sem insinuações nem tibiezas.

Continuar a ler no link em baixo



Marçalo Grilo foi muito directo.
E na conversa havida com o Jornalista Mário Crespo disse com imensa clareza aquilo que os tais pessimistas e intolerantes mais destestam ter que ouvir.
Disse que as Escolas em Portugal melhoraram imenso e que muitas existem hoje de grande qualidade seja no Ensino Público como no Privado ; que o Ensino deve ser dirigido no caminho da simplicidade e não no caminho das dificuldades inúteis que só transtornam o pensamento tanto do que ensina como daquele que aprende, que a Juventude Portuguesa tal como o Ensino, melhorou imenso e que esta história do bullying outra coisa não é afinal, senão a expressão medíocre dos que sendo pessimistas e intolerantes, se transformam em gente incapaz do diálogo e da aceitação, usando da violência pela impotência do uso da inteligência.
Ou seja ; e isto digo eu;-gente que não exercitando a inteligência fica incapacitada na sua sensibilidade, impedida de evoluir para um estado mais humano , logo superior estado de consciência.

" Se não estudas, estás tramado" é pois o título do livro que o Professor Marçalo Grilo foi apresentar ao Sic Mário Crespo e foi um prazer ouvi-lo.
Porque num País onde certos Ex Ministros de má consciência, passam a vida em diatribes contra a Juventude e contra o Ensino, num País onde certo tipo de pessimistas mais não fazem senão tentar deitar abaixo as energias colectivas , arrogando saberes que não possuem e que são apenas feitos de sombras e de desejos muito controversos, é muito bom ficar a saber que também existe boa gente de inteligência e espírito aberto aos outros, capaz de ver neles o melhor e não o pior, apontando um caminho de esperança e optimismo, assente no melhor que este País já produziu e que tanto e tão bom já ofereceu a todos os que por cá lutam e labutam e que cada vez mais precisam de ouvir a esperança que possa calar um pouco mais a ignorante arrogância de tantos que se julgam melhores que os outros.

Assim; ter ouvido a excelência do conhecimento deste Ex Ministro, compensou de certo modo toda a gritaria e toda a histeria daqueles que se estudaram se calhar estudaram mal, ou que tendo tido o privilégio de estudar num tempo em que o estudo estava proibido a todos os que não fossem de determinadas classes sociais, se esqueceram completamente que do estudo, o que de melhor se pode guardar é o respeito pelo outro , seja esse outro igual ou diferente de nós.

Na verdade -” Se não estudas estás tramado”. Grande verdade e tão a propósito.
Parabéns pois a todos aqueles que estudaram e não esqueceram o que de melhor lhes foi ensinado.
Porque é com esses que se constrói o Futuro.

por Arrastão
link do post | comentar | partilhar

66 comentários:
Manuel Monteiro
Maria, excelente texto, embora um bocado moralista, para o meu gosto...
Agora sobre o Grilo: porque será que os ex-ministros são todos umas sumidades quando estão fora do governo, mas, enquanto lá estiveram, só fizeram m...?
É como aqueles desgraçados ex-ministros da economia e finanças que levaram este país para o buraco em que se encontra e agora andam com a maior disfaçatez do mundo a criticar a tôrto e a direita (mais a torto...)
MM

deixado a 28/5/10 às 19:03
link | responder a comentário

Maria** Reply:
Maio 28th, 2010 at 15:12


O que eu lhe agradecia era que deixasse essa baboseira de conversa coloquial como se estivéssemos na mesa de alguma tasca.
Isso do agardecida para mim não cola.

Sim, a senhora publica um texto de que se julga dona, mas como há censura não sabe se houve ou não uma resposta que tenha sido eliminada por quem tem esse poder.

E assim o seu texto fica diminuído, fica amputado e já não é seu.

deixado a 28/5/10 às 18:29
link | responder a comentário

Porque é que não te candidatas?

Hesitei em responder-lhe mas devido ao nick que usa acho que é um dever.
Primeiro, não me trate por tu, não o conheço nem o quero conhecer nem sou camarada de nada.
Segundo o que está ali em causa é chamar "liberdade de expressão" onde não há nenhuma liberdade de expressão, se não compreende isto não me vou dar ao trabalho de lhe fazer um desenho.
Não fui convidado nem tinha nada que o ser.
O meu género de intervenção não se enquadrava de maneira nenhuma naquilo que os senhores do Arrastão pensam ser mais útil e por isso fizeram muito bem em não me convidar.
Tenho aliás um blog onde escrevo que me apetece e todos podem ir lá dizer as coisas mais inteligentes do mundo ou as maiores baboseiras, não há censura.

deixado a 28/5/10 às 18:25
link | responder a comentário

Teixo
Texto com alguma substancia, tipo "muita parra e pouca uva".
Para ser levado "à séria"? É assim que se diz para os seus lados?

deixado a 28/5/10 às 12:22
link | responder a comentário

Pois se há algo que eu não me canso de falar é sobre este assunto e não poderia estar mais de acordo quanto ao "se não estudas, estás tramado", mas é que vai ficar mesmo.

deixado a 28/5/10 às 12:29
link | responder a comentário

, o que demonstra que o respeito pelas ideias diferentes e pela liberdade de expressão é mesmo algo para ser levado à séria

Cada um em sua casa manda e portanto os donos do Arrastão tem uma filosofia deles que aqui tem que ser respeitada.
Mas não podemos esquecer factos.

Proíbem uma ideologia (extrema-direita) mas autorizam o seu inverso.
Exercem censura prévia uma coisa que o Estado Novo muito apreciava e executava.
Convidaram quem lhes apeteceu mas nas respostas que são dadas nas intervenções dos convidados continuam a exercer censura, isto é a senhora e os outros podem vir a não saber de uma ou outra resposta porque eles não gostaram dela.
Ou seja a senhora e outros não são donos daquilo que postaram.

Chamar a isto liberdade de expressão parece-me um bocadinho exagerado.

deixado a 28/5/10 às 12:47
link | responder a comentário

Do que conheço da "avaliação" em vigor está mais para: se não estudas a gente arranja um "artigozito" qualquer e tu passas na mesma.

deixado a 28/5/10 às 12:49
link | responder a comentário

Asdrúbal
A Maria é danada para a ironia!...

deixado a 28/5/10 às 12:52
link | responder a comentário

Boa e oportuna mensagem. Fala-se muito sobre vários défices contabilísticos do nosso país, mas pouquíssimo sobre um dos mais gravosos: o déficit da nossa educação / formação.

Um reparo, ainda assim: porquê a associação do pessimismo com a intolerância? Não foram os grandes optimistas deste mundo, os que se achavam capazes de mudar tudo (todos os nazis, todos os estalinistas, alguns cristãos, alguns muçulmanos) que mais perseguiram todos os que se lhes opuseram?

deixado a 28/5/10 às 12:57
link | responder a comentário

Daniel Sobral
Li o texto até meio com algum entusiasmo até meio mas fui perdendo o gás, começando no foco no optimismo e pessimismo logo após a estes serem considerados cúmplices de tolerância ou intolerância.

Não sei nada sobre o Sr Marçalo Grilo mas sei que isto não é de pessimismos e optimismos, como poucas coisas são. A média da escola pública é uma e não é boa o suficiente, é uma valente porcaria e a escola privada(sobre a qual pouco sei) corre o risco de ser puxada para o charco. Até estou convicto que grande parte dos professores não sabem até que ponto aquilo é mau para os alunos principalmente no ensino básico.

Na séria violência juvenil, bullying, não há diálogo e não há tempo para ver quem é o mais inteligente e mais tolerante, há um que pode tudo e outro que não pode nada.

deixado a 28/5/10 às 13:14
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador