Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Renas e Veados

Daniel Oliveira, 13.07.07
align=center>
O
Renas e Veados é um blogue que visito há anos. Fala dos direitos LGBT (para os que não sabem, são as lésbicas, os gays, os bissexuais e os trnansexuais - confesso que detesto isto de nos referirmos a pessoas por siglas que parecem marcas de óleo para automóveis). O boss é decano da blogosfera. E não fala só de gays. Fala de política e quase sempre com muita propriedade. Com o tempo de casa que tem, a questão não é saber se merece ser o blogue da semana, mas se eu mereço tê-lo ali no canto direito. Desta vez o blogue da semana entra um pouco mais cedo.

Quem julgava que os ataques não podiam descer mais baixo.

Daniel Oliveira, 13.07.07
Pela cidade está espalhado um cartaz anónimo, colado em cima dos cartazes de outros candidatos em que um exibicionista se mostra de gabardina aberta. Escrito: "O Zé Faz falta". O cartaz tem o mesmo tipo de grafismo dos cartazes de José Sá Fernandes. Colados no último dia de campanha, pretende-se, sem possibilidade de desmentido, imputar à candidatura de Sá Fernandes este acto de vandalismo. Os cartazes e as colagens não são obra de amadores. Apesar dos cartazes estarem a ser arrancados, se alguém encontrar um é agradecia que tirasse uma fotografia e a enviasse para o mail do blogue (bloguearrastao@yahoo.com).

A esmola sádica do carcereiro

Daniel Oliveira, 13.07.07
Israel, que há anos bombardeia civis em Gaza, que impede a entrada de medicamentos, que não permite que o porto de Gaza funcione, que bloqueia a saída de produtos e a entrada de maquinaria e matérias primas para a indústria e para a agricultura, que isola os palestinianos num autentico gueto, que estrangula a sua economia, que boicota a sobrevivência daquele território, que confisca os impostos e que ainda lhes cobra o consumo de electricidade, está a enviar comida aos palestinianos de Gaza, numa acção "humanitária". A ser verdade, estes alimentos entrarão pelos mesmos postos fronteiriços onde, diariamente, há anos, apodrecem os víveres travados por "razões de segurança", deixando a população de Gaza na mais absoluta indigência.

E a embaixada pede ao Tiago para divulgar este seu nobre gesto aqui na blogosfera. E ele, espero que apenas por ingenuidade, presta-se a isto. Mas duvido que seja ingenuidade. No segundo seguinte ele esfrega a comida para os esfomeados na cara de quem o lê: "Já o Hamas prefere passar explosivos". Ao melhor estilo "Vida Soviética". Talvez não fosse mau o Tiago recordar-se de que país vieram as últimas armas que por ali entraram. E para quê.

Claro que a operação não é coordenada por nenhuma das muitas ONG's israelitas que realmente se preocupam com a sorte daquele povo. São as forças militares israelitas, de que os palestinianos de Gaza tão bem conhecem as bombas, os helicópteros e os bulldozers, que organizam a coisa. A propaganda deve ser acompanhada de humilhação.

No que toca aos palestinianos, o cinismo, a hipocrisia e, agora, a instrumentalização do sofrimento das mesmas pessoas que sempre trataram como lixo não tem limites. De Israel, não era de esmola que os palestinianos precisavam. Era que tivesse deixado, quando ainda era tempo, que a sua economia funcionasse, que os seus trabalhadores produzissem e que os seus empresários investissem. Esta esmola como acto de propaganda, depois de anos de tortura, tem um nome: pornografia.

Volto aqui a dar voz aos empresários e médicos que ouvi em Gaza antes de tudo desmoronar. E aí sim, Israel podia ter feito alguma coisa. O que fazem agora, para que as suas embaixadas divulguem, só torna mais abjecto o seu comportamento.

Forward

Daniel Oliveira, 13.07.07
Caro Marques Mendes,
A prestação da minha casa não pára de aumentar. Infelizmente não tenho qualquer sociedade consigo. Ainda assim., agradecia que enviasse este e-mail para a Caixa Geral de Depósitos.
Daniel Oliveira

Sondagens para todos os gostos

Daniel Oliveira, 13.07.07
Juntando as sondagens da SIC/Expresso, RTP/Antena 1 e TVI/Público, serão estes os resultados:

António Costa: de 32,5 a 37 (6-7)
Fernando Negrão 15 a 18,4 (2-3)
Carmona Rodrigues: 12 a 16 (2-3)
Ruben de Carvalho 7,7 a 13,6 (1-2)
José Sá Fernandes: 5,5 a 8 (1-1)
Helena Roseta: 4,5 a 12,1 (0-2)
Telmo Correia: 2,4 a 4,4 (0)
Garcia Pereia: 0,8 a 2,6 (0)
Manuel Monteiro: 0,6 (0)
Pinto Coelho: 0,2 (0)
Gonçalo da Câmara Pereira: 0,1 (0)
Pedro Quartim da Graça: 0,1 (0)

Ou seja, seguro é que António Costa ganha e que Telmo Correia não é eleito.No meio disto os intervalos são abissais. Se juntarmos a isto a lotaria das listas independentes e a abstenção, tudo, menos a derrota de Costa e a eleição de Telmo, é possível.

A minha previsão com base em coisa nenhuma, a não ser no que fui vendo, numa campanha em que o passado quase não foi discutido, o que favoreceu Carmona que foi, extraordinariamente, quem menos contas teve de prestar, e na previsível abstenção que favorecerá Carmona e Ruben: António Costa: de 32%, Carmona Rodrigues: 17%, Fernando Negrão: 14%, Ruben de Carvalho 12%, Helena Roseta: 7%, José Sá Fernandes: 7%, Telmo Correia: 3%. Não dou um chavo por esta previsão. Isto vai ser mesmo uma roleta russa.

Interpertalismo

Daniel Oliveira, 12.07.07
Francisco Louçã disse isto ontem em Braga: «O polvo saberá que com a sua família bem pode juntar jantares de milionários, reguem bem esses jantares, comam nesses jantares, porque nós cá estamos para pedir a conta pelos atropelos, pela bandidagem, pelos abusos e por toda a perseguição que esses interesses têm feito ao único interesse legítimo: o da democracia"

Conclusão do jornalista da Lusa em Braga: «Francisco Louçã acusou os 70 empresários que promoveram uma homenagem a Domingos Névoa de serem "bandidagem"». Assim se faz o jornalismo em Braga.