Segunda-feira, 31 de Maio de 2010
por Daniel Oliveira


O raid de forças israelitas contra um navio turco da frota de activistas que transporta ajuda humanitária para Gaza provocou mais de 19 mortos. Os barcos, onde viajavam vários eurodeputados, foram atacados em águas internacionais. Espera-se a campanha de contra-informação do costume para tentar justificar mais uma grosseira ilegalidade.

Entretanto, a ONU já se mostrou "chocada", a UE "pede" o fim do bloqueio e os embaixadores israelitas são chamados para demonstrações de protesto pelos Estados. Mas na Turquia o sentimento foge um pouco ao repetitivo ritual do "coque" e dos "pedidos" e o governo deste país na NATO diz que Israel pagará por o que fez.

Várias organizações, entre as quais o Comité de Solidariedade com a Palestina, convocaram uma concentração para hoje, às 17h30, frente à embaixada de Israel.

por Daniel Oliveira
link do post | comentar | partilhar

186 comentários:
Euroliberal
O ataque de piratas-terroristas em águas internacionais a um navio civil turco (aliado da NATO), causando vinte mortes civis é um acto de guerra que deve ser retaliado imediatamente, nos termos da sua Carta, pela Aliança. Os barcos piratas devem ser afundados com todos os porcos qiue os tripulam e deve ser forçado o bloqueio maritimo sionista ao campo de concentração de Gaza, onde os racistas nazionistas-apartheidescos encerraram milhão e meio de palestinianos agonizantes .

iSSrael, estado pária da Humanidade, deve ser aniquilado. Viva a Palestina Livre.

deixado a 31/5/10 às 10:56
link | responder a comentário

Augusto
Israel agiu com total impunidade, porque sabe que não terá consequências o seu acto.

Aliás já começou uma grande campanha de contra-informação.

E enquanto a a comunidade internacional não disser a uma só voz , BASTA. Israel continuará a praticar os seus crimes, com total impunidade.

Israel recusou estar presente numa cimeira contra a proliferação de armas nucleares.

Um estado que possui várias bombas atómicas.

Um estado que nunca permitiu que o seu programa atómico fosse fiscalizado.

Um estado que nunca sofreu nenhuma sanção por causa dessa atitude.

Pode fazer o que quiser , pois terá sempre a cobertura dos EUA.

deixado a 31/5/10 às 11:06
link | responder a comentário

[...] This post was mentioned on Twitter by Arrastão, Rede TubarãoEsquilo. Rede TubarãoEsquilo said: Todos acaberemos por pagar o preço do estatuto de inimputabilidade que tolerámos: O raid de forças israelitas cont... http://bit.ly/aoh5V6 [...]

deixado a 31/5/10 às 11:28
link | responder a comentário

Israel sofrerá retaliações militares por parte da ONU ou dos EUA, depois dos assassinatos perpetrados contra barcos Turcos “Humanitários”? Não, abrir-se-á um inquérito para em seguida, mais mês menos mês arquivá-lo. Depois queixam-se dos ataques suicidas!

deixado a 31/5/10 às 11:51
link | responder a comentário

J. Maurício
O Israel não é digno de qualquer simpatia ou de qualquer apoio. Se no passado o mundo comungou com o sofrimento deste povo, agora com as atitudes que toma, com apoio da maioria da população não é digno dessa solidariedade.
Quer queiramos ou não, Israel é um país terrorista, onde impera a lei da violência e da vingança e no limite justifica a existência da Al-Qaeda.

deixado a 31/5/10 às 11:51
link | responder a comentário

José Bastos
"Israeli commandos on Monday stormed six ships carrying hundreds of pro-Palestinian activists on an aid mission to the blockaded Gaza Strip, killing at least 10 people and wounding dozens after encountering unexpected resistance as the forces boarded the vessels." - CBS News

Esqueceu-se de falar neste "pormenor" do "unexpected resistance", Daniel....

Terá sido "unexpected resistance" por parte de pessoas armadas únicamente com ajuda humanitária?...

deixado a 31/5/10 às 12:00
link | responder a comentário

Lisboeta
É por estas e por outras que o Irão já devia ter armas nucleares...

deixado a 31/5/10 às 12:06
link | responder a comentário

Excertos da notícia do público:


"A União Europeia quer um inquérito completo ao incidente"

"Cahterine Ashton expressou o seu profundo repúdio face às notícias de perda de vidas e feridos"

"(...) Reclamou a abertura imediata, contínua e incondicional do bloqueio à circulação de ajuda humanitária, bens comerciais e pessoas desde Gaza e para Gaza."

"A Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Navi Pillay, afirmou-se “chocada” com o assalto do Exército israelita aos barcos de activistas pró-palestinianos que se dirigiam para Gaza"

"O ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Bernard Kouchner, afirmou-se também "profundamente chocado" pelo assalto israelita."

"A Suécia qualificou o incidente de "completamente inaceitável" e já convocou o embaixador israelita em Estocolmo para lhe dizer exactamente isso"

"(...) a Grécia anulou uma visita do chefe do Estado-Maior da Força Aérea israelita prevista para terça-feira, anunciou o Ministério dos Negócios Estrangeiros de Atenas."


A pergunta é: e agora? O que vai ser feito em relação a isto?

A Europa é muito humanista, muito solidária, está sempre pronta a tomar a dianteira na defesa dos direitos humanos. Mas quando algo de (muito) grave acontece, de forma repetida por sinal, fica-se pela indignação light. Meia dúzia de palavras de circunstância, solidariedade para com as vitimas do ataque e eventualmente um inqueritozito para "inglês" ver...

deixado a 31/5/10 às 12:08
link | responder a comentário

José Bastos,
Se resistiram, fizeram muitíssimo bem. O barco é atacadoilegalmente, num acto de pirataria, em águas internacionais. Não faltava mesmo mais nada que agora os militares israelitas tivessem passado a ter mais um direito excepcional: o de atacar barcos civis em águas que não são suas. Mas não me admira que o debate passe para aqui: foram ou não os senhores que estavam a ser atacados educados na reacção? Deram chá aos soldados? Disseram boa noite? É que temos de ver os dois lados da coisa.

deixado a 31/5/10 às 12:08
link | responder a comentário

É curioso que os pacifistas que condenam as invasões e acções militares contra outros países perpetradas pelos EUA, vejam agora de bom grado uma acção militar turca (e eventualmente americana) contra Israel.

deixado a 31/5/10 às 12:19
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador