Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

...

Daniel Oliveira, 26.06.10
Quem viu as peças dos jornalistas de televisão, que estavam no local, não pode ter ficado com qualquer dúvida sobre o abuso de violência no Parque das Nações. E quem tem estado atento não pode deixar de reparar que a PSP de Lisboa parece ter adoptado este uso de violência em acontecimentos públicos como uma coisa banal. Eu assisti aos episódios pós-manifestação da CGTP, há um mês. Vi, como mero espectador, o que aconteceu. Ouvi depois a versão da PSP, que era falsa da primeira à última palavra. Fiquei calado poque o protagonismo era para a manifestação, não para aqueles inidentes com um cliente de uma esplanada (foi disso que se tratou). Vi depois a história dos vários espancamentos, num mesmo dia, no Bairro Alto.

Agora isto. Reparam que não há nem uma imagem de um carro danificado? Neste caso parece nem haver sequer o cuidado de querer disfarçar a desproporção da violência. Afinal de contas são só brasileiros. Gostava de saber onde estava este empenho da polícia quando a claque do meu clube apedrejava espanhóis na saída do metro. Não estavam só a festejar com mais alegria. Estavam a agredir pessoas. Mas eram portugueses. Por isso, a coisa fez com calma de doçura.