Quinta-feira, 28 de Abril de 2011
por Daniel Oliveira

 

 

Enquanto o debate político português continua centrado no seu próprio autismo - dedicado à autoflagelação e ignorando a crise europeia -, estão a acontecer coisas interessantes. Duas, por agora: a lenta agonia espanhola e a ameaça de reestruturação da dívida grega. Basta que a última aconteça para a queda de Espanha ser uma questão de dias. E depois dela, o contágio a Itália e à Bélgica.

 

Este efeito dominó acabará por criar uma situação financeira, mas também política, absolutamente nova. Com a queda de dois grandes a Europa será mesmo obrigada a reagir. O egoísmo alemão terá de fazer uma escolha: ou muda de rumo ou prepara a morte do euro e da União Europeia. E a segunda escolha terá um preço de tal forma arrasador para os alemães - sempre foram os que mais ganharam com a moeda única - que nem é sequer uma alternativa para quem não queira ficar na história como o chanceler que matou a economia alemã.

 

Se este cenário se confirmar - e cada vez mais sinais apontam para aí -, os seus efeitos dependerão da rapidez de uma reação europeia. Se for, como tem sido, a passo de caracol, estamos todos tramados. O barco vai ao fundo e ninguém se salva. Se for, por pressão dos gigantes em queda, rápida, talvez haja futuro para a Europa. E talvez haja futuro para Portugal.

 

Triste situação é esta, em que a nossa sobrevivência depende da desgraça alheia. Triste Europa é esta, que só acordará no dia do Apocalipse. Tristes líderes políticos são estes, tão dependentes dos poderes financeiros que só pensarão no futuro quando a tragédia lhes bater à porta.

 

Publicado no Expresso Online


por Daniel Oliveira
link do post | comentar | partilhar

15 comentários:

Europa, esse grande comboio descendente

http://www.youtube.com/watch?v=hhlFE0PxsYM (http://www.youtube.com/watch?v=hhlFE0PxsYM)

deixado a 28/4/11 às 11:20
link | responder a comentário | discussão

há já alguns meses eu falava do garrote:
http://exiladonomundo.blogspot.com/2010/12/entre-o-garrote-e-intervencao-cirurgica.html (http://exiladonomundo.blogspot.com/2010/12/entre-o-garrote-e-intervencao-cirurgica.html)

deixado a 28/4/11 às 22:16
link | responder a comentário | início da discussão


Acho que o Daniel virá a ser recordado como uma variante lusa das últimas esperanças utópicas da Esquerda...

deixado a 28/4/11 às 11:42
link | responder a comentário

Zé da Porrada
Daniel Oliveira quando "abandona o Bloco" diz coisas muito serias  e pertinentes.O pior é quando "regressa de mala na mão"... começa logo por esquecer a  crise internacional, para fazer  a demagogia... receitada pelo dono da casa....

deixado a 28/4/11 às 12:26
link | responder a comentário

JPT
Será que, num determinado momento do nosso desenvolvimento cultural e emocional, todos fomos "de esquerda"? Será que todos, algum dia, tivemos esta pulsão milenarista, esta noção de que existe "o destino do mundo", que ele está iminente, e que ele passa por nós? Será que todos, algum dia, vivemos além da pilha das contas, da cama por fazer e do lava-loiças atulhado, sozinhos, lá no alto, ouvindo apenas o som das esferas e vendo, com clareza, as leis invisíveis e os caminhos inevitáveis? E porque será que há uns, já crescidos, que ficaram nessas remotas partes, e outros, "autistas" e "dedicados à autoflagelação", que pagam as contas, fazem a cama e lavam a loiça?

deixado a 28/4/11 às 13:02
link | responder a comentário

José Erre Ponto
"Tristes líderes políticos são estes..." Líderes? Eles são uns simples servos. Uns servozitos! Todos os dias "rezo" um terço (laico, obviamente) para que a Espanha seja já a seguir. Logo eu, que gosto da Espanha! Mas não há outra maneira de as agências e os do dinheiro, donos dos servozitos, nos desmontarem... porque nos montam, mesmo! E mandam morder-nos nas canelas os rafeiros a soldo que vão latindo pela TV. Tudo coisas que irritam!

deixado a 28/4/11 às 13:38
link | responder a comentário

Porque estão os liberais isolados?

Porque o "capital global" escolheu os socialistas como seus óbvios instrumentos para levar os Países que governam à bancarrota e, assim, directamente para as suas "mãos" como credores...

Mas, mais interessante é que a esquerda, mais esquerda e a comunicação social prestam-se, ingenuamente, a esta situação, remando na mesma direcção...

A esquerda com o grande capital e este com os socialistas? Sim. Isso mesmo...


http://existenciasustentada.blogspot.com/2010/09/6-poder.html?utm_source=BP_recent (http://existenciasustentada.blogspot.com/2010/09/6-poder.html?utm_source=BP_recent)



deixado a 28/4/11 às 13:48
link | responder a comentário | discussão

Manolo Heredia
tudo se explica afinal constatando que a comunicação social é detida pelo "capital global". Na realidade é muito difícil saber quem nasceu primeiro, se o ovo, de a galinha.

A firmeza de Sócrates no poder só se compreende pela largura de costas que ele tem demonstrado, caracteristica dos capatazes do capital...

Se Passos Coelho quizer ser 1º ministro tem que primeiro, concorrer ao cargo de capataz. Se passar nos testes TALVEZ venha a ser 1º ministro...

deixado a 28/4/11 às 17:36
link | responder a comentário | início da discussão


Você acredita mesmo que a comunicação social se presta ingenuamente a esta situação? Já se perguntou quem manda na comunicação social, e não é só aqui em Portugal, não, em todo o mundo?
Bem quanto à esquerda, está manietada, descredibilizou-se com o colapso da união soviética e ainda não recuperou, de tal modo que só se antevê o colapso do sistema capitalista desenfreado que nos governa pelas contradições internas que vai gerar e que pode não conseguir resolver. 

deixado a 28/4/11 às 19:24
link | responder a comentário | início da discussão

Manolo Heredia
Daniel, também estou a gostar muito do livro "A queda dos gigantes", de Ken Follett. Neste livro o autor explica bem como são autistas as elites que geram a Europa desde o início do século XX.

deixado a 28/4/11 às 14:02
link | responder a comentário

Nuno
Quem ouviu hoje o Forum TSF, em que o Engº PM respondia a questões colocadas pelos ouvintes, deve ter chegado à conclusão de que estamos a momentos de ter mais 4 anos de PS.

Primeiro, uma estudante (?) que lhe agradecia por tudo o que fez pelo País, e em particular, por lhe ter dado (a ela) oportunidades de uma educação superiora de elevada qualidade. Perguntas, não.
Depois, um jovem de Viseu cuja dúvida existencial era saber de onde o Engº tirava a força para lutar!!!


Há dúvidas????

deixado a 28/4/11 às 15:24
link | responder a comentário

Anónimo
Daniel,
Duas observações tontas: leia uma entrevista publicada no caderno de economia ou coisa assim parecida, do Expresso de há cerca de dois anos, por aí, em que um sujeito americano dizia que o euro não se aguentaria por muito tempo. Desta forma encontrará, penso eu, uma resposta no contexto capitalista para o que se passa na EU; mas reflita também sobre as razões de ter havido sobretudo um lider alemão, Khol, que aceitou sem grandes reservas a entrada de Portugal, Espanha e Grécia na EU. Analise o contexto político da época e perceberá que foi apenas por razões bem mais interesseiras que altruistas que tal aconteceu, pois historicamente, estes três países, para além de outros, como a Irlanda, NUNCA fizeram parte da Europa que os alema~es sempre quiseram. Por esta via, pela história, encontrará não uma explicação contextualizada à luz de grandes ou pequenos lideres, mas à luz daquilo que a história ensina. A Alemanha SEMPRE quis uma Europa de que nem todos os países europeus fazem parte. Tem dúvida?
José Luis Moreira dos Santos
http://salto do canguru.blogspot.com
ze.moreirasantos@gmail.com

deixado a 28/4/11 às 16:48
link | responder a comentário

Ler este texto e ouvir o grande timoneiro xuxalista esta manha na TSF deu-me um arrepio.


Ambos falam em pessoas que ignoram a crise europeia.


deixado a 28/4/11 às 17:34
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador