Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Entrar mais cedo na reflexão

Miguel Cardina, 03.06.11
A grande questão que atravessará o PS pós-Sócrates será a de saber se permanecerá amarrado à troika, ao PSD e ao CDS, se tentará arrepiar caminho e encontrar pontes com a esquerda na oposição ou se toda essa tensão interna provocará (ou não) um realinhamento de alguns sectores na sua orla. À direita e à esquerda. Aceitam-se apostas.

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    LFM 04.06.2011


    "(...)que fará ele se tiver que sair do partido? Consultor de Engenharia numa “Motanjinho” qualquer?"
     
    O que quer que o tipo vá fazer será sempre por favor. Ele não vale nada. Não sabe fazer nada. Portanto, será sempre um privilegiado.
  • Sem imagem de perfil

    ana castro fernandes 04.06.2011


    Eu gostaria realmente ver o BE a governar ... será q seria o mesmo, o q anda a dizer que vai mudar o mundo, e q só faz denúncias, mas nunca governou?
    Sabe, já trabalhei sob um regime dito comunista, com direito a "emulações socialistas", "grupos de acção", muitas palavras de ordem, enfim,  digo-lhe, quando vim para este pais, mantive-me de esquerda, moderada, votei sempre no ps.
    Leio os vossos textos, quem dera me dissessem alguma coisa, tão intelectuais, tão pouco realistas.
    Se querem tanto ajudar as pessoas, façam acordos, n se limitem a dizer o q as pessoas querem ouvir.
      cumprimentos
  • Sem imagem de perfil

    Rui F 04.06.2011

    Ana

    Também votei algumas vezes PS...e por 2 vezes caí, Felizmente não repeti e não me podem culpar dos ter metido "lá" vezes sem conta.
    Acredito na democracia e na Liberdade.

    Os acordos só se fazem quando os achamos justos e honestos.
    Fique lá com a sua troika.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.