Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Um novo PRCEC?

Miguel Cardina, 15.06.11

A SEDES tem um núcleo jovem. Um oxímoro que se prestaria a algumas graças. Mas deixemos por agora isso, uma vez que o texto que o grupo decidiu divulgar - uma Carta Aberta aos Decisores Políticos e Parceiros Sociais - dá-nos um retrato preocupante daquilo que são as novas elites tecnocráticas emergentes, agora com espaço político para poderem vingar. Como já se esperava, o documento está cheio de arremessos retóricos típicos da escola medina-carreirista: contra a "gordura" do Estado, contra a "politiquice" reinante, por uma "relação construtiva entre quem governa e quem é governado". Para que cada macaco fique o seu galho e se proceda à necessária lipoaspiração, os jovens sediciosos apelam a "amplos consensos" que têm como alvo - et voilá! - a Constituição. Falam mesmo de um "processo de Revisão Constitucional agora em curso". Talvez negociações profundas se estejam a passar debaixo do pano e longe do olhar dos cidadãos que justifiquem este "em curso". Talvez seja isso mesmo a tal "relação construtiva entre quem governa e quem é governado": vivamos despreocupados a nossa vida porque um conjunto de gente séria e informada nos está a tratar da vidinha. Ou então é apenas furor ideológico que confunde a realidade presente com um futuro apetecível. Ai estes jovens...

42 comentários

Comentar post

Pág. 1/2