Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Benfica/Panda Bear

Sérgio Lavos, 17.07.11

 

Noah Lennox nasceu nos EUA, no estado de Maryland. No início da década passada, formou um dos projectos musicais mais inovadores da pop dos últimos 15 anos. Conheceu Lisboa numa digressão desta banda, os Animal Collective. Gostou da cidade a ponto de se apaixonar por uma portuguesa, casar com ela (e ter dois filhos). Tornou-se num dos mais ilustres moradores da cidade. Até aqui, tudo bem. Mas a cereja no topo do bolo é a sua conversão à mais mística religião portuguesa: o benfiquismo. Adepto fervoroso, sócio, deslumbrou-se com os cânticos, com o barulho, do Estádio da Luz e gravou-os* para usar na faixa do seu mais recente álbum, Tomboy, lançado em Abril passado. Tudo somado, um homem com todas as qualidades (e nenhum defeito público). Panda Bear é o nome que usa na música. E esta, se não é melhor canção do álbum, é certamente a minha preferida. Chama-se Benfica, e é grande.

 

Letra:

 

Some might say that

To win's not all that it's about

It's just not something to say

But there is nothing more true

Or natural than wanting to win

 

There's nothing more to life

Nothing more to life

 

*Seria mais interessante se ele tivesse gravado o barulho do estádio, mas parece que não (segundo informação de comentadora); simplesmente sacou da net o som e usou-o como sample. Ainda assim, o deslumbre deve ter acontecido.

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    joaquim azevedo 18.07.2011

    De um estrangeiro mal educado:  'Vale a pena ser adepto do FC Porto, porque não se sofre tanto como os adeptos de outros emblemas. Num mundo em que perdemos quase sempre, há uma compensação que satisfaz a necessidade de ser vitorioso." Mia Couto
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.