Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

A política de transportes deste Governo, a agenda de privatizações e a ignorância do ministro

Sérgio Lavos, 28.11.11

 

Elucidativo, este vídeo que não passou nas televisões (se tivesse passado é que seria surpreendente). O ministro Álvaro é a imagem deste Governo: mal preparado nas matérias sobre as quais decide e guiado por uma agenda de privatizações que se aproveita da crise para entregar empresas rentáveis a amigos e conhecidos e empresas essenciais ao bem público a baixarem o nível de qualidade dos serviços prestados devido aos cortes cegos. Uma desgraça.

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Ana 28.11.2011

    Caro Tiro ao Alvo

    Na verdade, esta gente de esquerda deu um banho ao ministro, o desconhecimento das matérias é constrangedor, como se vê ele tirar notas espero que tenha aprendido algo, já agora só uma questão:

    Como explica que os lisboetas têm mil quilometros de SCUT? Formalmente nenhuma autoestrada de Lisboa é SCUT, todas as vias em perfil de autoestrada, sem portagem, ao redor e no centro de Lisboa estão justificadas pelos valores de tráfego. Na sua terra não tem estradas, grátis, que lhe garantem o seu acesso? Não são autoestradas porque não há tráfego para isso. O Estado tem como obrigação, de serviço público, as infraestruturas rodoviárias, como tal tem de construir para dar acessibilidades, os diferentes perfís que assumem variam consoante o tráfego que as procuram.

    Será que no lugar de Tiro no Alvo não queria dizer Tiro no Pé?



     
  • Sem imagem de perfil

    rui 28.11.2011

    Ana,
    a via do infante formalmente não é uma autoestrada, pelo menos na zona do Sotavento, e será portajada.
    Rui


     
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.