Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

O mercado livre

Sérgio Lavos, 22.12.11

 

Até agora, os privados detinham 78,65% e o Estado português 21,35% da EDP, empresa sem concorrência no mercado português e detentora de um sector estratégico da economia nacional. Hoje, a réstia de monopólio desse sector foi vendida a uma empresa detida a 100% pelo Estado chinês. Está certo. O mercado livre a funcionar significa, neste caso, um Estado estrangeiro - e por acaso, apenas por acaso, uma ditadura - comprar uma parte importante da nossa economia e abdicarmos da nossa soberania neste sector. Deve ser a isto que os nossos "liberais" chamam "desregulação radical"...

17 comentários

Comentar post

Pág. 1/2