Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Obrigatório ler

Sérgio Lavos, 30.12.11

 

O relatório da Unesco sobre o projecto de construção da barragem do Tua, no Aventar. Pronto há seis meses, até agora nenhum jornal o tinha publicado (que surpresa) e tanto o ministério do Ambiente como a secretaria de Estado da Cultura se mantêm silenciosos sobre os pormenores do mesmo. A história de uma barragem que vai produzir apenas 0.6% da energia nacional destruindo irreversivelmente a paisagem envolvente e a histórica Linha do Tua, classificada como Património Mundial pela Unesco. Para além de incontáveis hectares de terra para a produção de vinho do Porto. Tudo para que uma empresa privada (neste momento, a 100%), a EDP, possa ter um lucro de dezasseis mil milhões de euros e os seus gestores recebam os prometidos bónus. Um caso exemplar do modo como funciona a rede de interesses económicos das empresas privadas e da sua relação com os partidos do arco do poder, PSD, PS e CDS. O problema não é haver excesso de Estado, como é evidente; é o Estado funcionar como canal de financiamento de projectos privados duvidosos que prejudicam os contribuintes e enchem os bolsos dos accionistas das empresas que deles beneficiam, assim como os dos gestores, quase sempre antigos governantes ou políticos destes três partidos.

 

(Via 5 Dias.)

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 31.12.2011

    Então Fado, os seus compadres defensores dos mais altos padrões de ética, nação e liberdade venderam o quinhão que a nação Portuguesa detinha numa empresa estratégica para a economia nacional aos comunas chinocas que você tanto abomina e só diz isso?
     Sendo você tão critico do regime em questão era de esperar da sua parte ouvir (ler) uma opinião crítica.
     Afinal onde estão os seus princípios?
  • Sem imagem de perfil

    fado alexandrino 31.12.2011

    Obrigado.

     

    Como já expliquei outro dia a China já não é comunista (isso é uma bênção para a humanidade) mas também não é uma democracia total (provavelmente nunca o será).

    Acontece que o centro das decisões mundiais um dia estiveram na Europa, depois passaram para os Estados Unidos e agora estão no eixo Índia China.

    Como o dinheiro não tem cheiro (Vespasiano) acho muito bem que se escolha para parceiro económico quem tarde ou cedo e deve ser muito cedo dominará o Mundo.

     

    Este governo segundo a científica opinião das inteligências do Bloco de Esquerda é liberal e de direita.

    Pois então se têm a fama que tenham o proveito.

    Se não foi para isso que uma boa percentagem de portugueses votaram pelo menos segundo as últimas sondagens uma não maior percentagem está satisfeita.

    Assim sendo e para não acontecer o aforismo de Maharbal "sabes como ganhar uma batalha não sabes como explorar uma vitória" espero que continuem.

     

    Com a criminalidade violenta que o socialismo deixou medrar aqui na Tugulândia quem é que quer andar com os dedos cheios de anéis?

  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.