Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    antónio pedro pereira 28.01.2012

    Senhor Carlos Marques:

    Eu acho que ela devia ter ido era a pé ou, na melhor das hipóteses, de burro.

    Tal como fez o presidente Cavaco e o 1.º ministro Passos, que também lá foram em missão oficial, os 2 a pé.

    Porque não procura saber se o que ela fez está enquadrado legalmente, se é uma prática legal e também usual entre os deputados.

    O acontecimento em que foi participar, segundo o que li na imprensa, era uma iniciativa oficial do Parlamento.

    Há muito por onde cortar, muito deboche, muito roubo às escondidas, é aí que as atenções se devem concentrar. No músculo, não nos ossos.

    Mas infelizmente estamos neste clima de «guerra de alecrim e manjerona» Esquerda / Direita, em que as pessoas se entretêm com estes «faits divers» sem significado (tanto muitos da Direita como o senhor como muitos da Esquerda) e esquecem-se do essencial.

    Os seus amigos do BPN deram a palmada a 4 ou 5 mil milhões e nós é que pagamos. E a SLN, que tem activos, não foi nacionalizada. Os prejuízos vieram para o Estado e o seu amigo Dias Loureiro continua por aí. Nos EUA o Madoff está de cana ao fim de 6 meses e com um processo judicial de apenas 8 páginas. O caso BPN está em julgamento e veja lá se a imprensa fala nisso, não convém aos amigos do Cavaco (e as acções dele?) e a tantos outros, não se fala disso.

    Os vigaristas da Face Oculta deram a palmada a alguns milhões de euros através de empresas do Estado, como a REN, e aquilo nem anda nem desanda e irá acabar como o BPN.

    O vigarista do Isaltino de Morais, condenado e transitado em julgado, continua cá fora.

    O Freeport (apesar da vigarice político-policial que chegou a condenar um inspector da Judiciária por participar numa farsa contra o Sócrates) emperrou de vez sem que se esclareça o que realmente houve.

    E você preocupa-se com os 80 ou 100 euros de gasolina e portagens de uma deputada em viagem oficial ao serviço do Parlamento.

  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.