Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

7 comentários

  • Sem imagem de perfil

    antónio pedro pereira 28.01.2012

    Senhor Carlos Marques:

    Eu acho que ela devia ter ido era a pé ou, na melhor das hipóteses, de burro.

    Tal como fez o presidente Cavaco e o 1.º ministro Passos, que também lá foram em missão oficial, os 2 a pé.

    Porque não procura saber se o que ela fez está enquadrado legalmente, se é uma prática legal e também usual entre os deputados.

    O acontecimento em que foi participar, segundo o que li na imprensa, era uma iniciativa oficial do Parlamento.

    Há muito por onde cortar, muito deboche, muito roubo às escondidas, é aí que as atenções se devem concentrar. No músculo, não nos ossos.

    Mas infelizmente estamos neste clima de «guerra de alecrim e manjerona» Esquerda / Direita, em que as pessoas se entretêm com estes «faits divers» sem significado (tanto muitos da Direita como o senhor como muitos da Esquerda) e esquecem-se do essencial.

    Os seus amigos do BPN deram a palmada a 4 ou 5 mil milhões e nós é que pagamos. E a SLN, que tem activos, não foi nacionalizada. Os prejuízos vieram para o Estado e o seu amigo Dias Loureiro continua por aí. Nos EUA o Madoff está de cana ao fim de 6 meses e com um processo judicial de apenas 8 páginas. O caso BPN está em julgamento e veja lá se a imprensa fala nisso, não convém aos amigos do Cavaco (e as acções dele?) e a tantos outros, não se fala disso.

    Os vigaristas da Face Oculta deram a palmada a alguns milhões de euros através de empresas do Estado, como a REN, e aquilo nem anda nem desanda e irá acabar como o BPN.

    O vigarista do Isaltino de Morais, condenado e transitado em julgado, continua cá fora.

    O Freeport (apesar da vigarice político-policial que chegou a condenar um inspector da Judiciária por participar numa farsa contra o Sócrates) emperrou de vez sem que se esclareça o que realmente houve.

    E você preocupa-se com os 80 ou 100 euros de gasolina e portagens de uma deputada em viagem oficial ao serviço do Parlamento.

  • Sem imagem de perfil

    Carlos Marques 28.01.2012

    Uma mão não lava a outra... As imoralidades ou amoralidades dos outros não legitimam a falta de coerência da deputada Ana Drago...


    Ela só teve carro com motorista porque não tem carro nem carta... Ou seja, como diziam na Sábado, deve ser daquelas esquerdistas que fazem campanha contra os automóveis privados e pelos transportes públicos, mas na primeira ocasião para dar o exemplo, lá vai ela de automóvel com motorista... 


    Um cidadão normal teria tido que arranjar outra solução e pagá-la do seu próprio bolso.


    É só mais uma gota no desperdício público? Sim... Mas gota a gota... E dos puros do BE espera-se sempre que tenham a carteira e o comportamento onde têm a boca. 
  • Sem imagem de perfil

    Nightwish 28.01.2012

    Olhe, e eu quando vou em serviço para o Encontramento e para a Amadora, também devia pagar do meu bolso? É por não ser colaboracionista?
  • Sem imagem de perfil

    Carlos Marques 29.01.2012

    Vocês percebem muito bem o que está aqui em causa... Afinal são todos iguais, é isso?
  • Sem imagem de perfil

    José Peralta 29.01.2012

    Eu só falo por mim, Carlos Marques, mas acho que toda a gente "percebe muito bem o que está aqui em causa"...

    São as suas (e não é o único !), formas de chutar para canto, com assuntos de "lana caprina", para não falar dos graves assaltos à coisa e à causa públicas, perpetrados pelos amigos e correligionários do Cavaco. certamente também seus, (que lhe façam bom proveito...).

    Sobre esses, você nada diz, não critica, não acusa, mesmo que sinta a mão desses facínoras a entrar no seu bolso !

    Quando vêm a público os escândalos que todos sabemos, BPN, BPP, a "pobreza" do Cavaco, etc,. etc., você há-de arranjar sempre maneira de olhar para o lado...e então "descobre", que o Louçã, "comete o crime" de gostar de velejar, (lembra-se ?), que a Ana Drago comete o "gravíssimo crime" de utilizar uma prerrogativa a que tem direito como deputada, e por aí adiante !

    (Se fosse do PSD ou do CDS, nada a objectar, é claro...)

    O que está "em causa", é o patente desconforto que  você e outros sentem, por este "lúmpen" que, previsívelmente, você ajudou a lá pôr.

    E por isso os seus contra-argumentos, não passam de..."catrelhos" !

    "Afinal, são todos iguais" !!!!!!!!!
  • Sem imagem de perfil

    Carlos Marques 29.01.2012

    Repito o que escrevi em cima: "Entrentanto, o povo vai pagando tudo: carros com motorista para os senhores políticos (nos países do Norte, ricos, não há disto como cá), decorações de gabinetes, nacionalizações descontroladas de bancos, etc."


    Não é o montante da amoralidade que legitima ou não a coisa.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.