Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

"2012 vai marcar um ponto de viragem" - Vítor Gaspar, há precisamente 124 dias

Sérgio Lavos, 31.05.12

Lembram-se da efusividade com que foi recebida uma quebra menor na receita fiscal divulgada há umas semanas, quando sairam os dados relativos à execução orçamental dos primeiros quatro meses do ano? Que afinal tinha havido um extraordinário crescimento de 0,2 % da receita fiscal mais segurança social? Lembram-se? Esqueçam isso, não era nada assim. Parece que, devido a uma incorrecção - ou, de acordo com a terminologia gaspariana, um lapso - nas contas do Orçamento, houve na realidade uma quebra de 2,3% nessa receita. Coisa pouca? Não tenhamos dúvidas: o ponto de viragem está quase, quase, mas quase a ser atingido. E os 7,4% de défice registado durante este período de tempo um minúsculo escolho no caminho. Viva a austeridade além da troika.

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Inês Meneses 31.05.2012

    É preciso ter uma lata gigante para fingir que o problema das PPPs se reduz ao governo de Sócrates... Ainda se lembra quem criou o modelo e o aplicou, em contratos que ainda estão a pesar na dívida?
  • Sem imagem de perfil

    Alexandre Carvalho da Silveira 01.06.2012

    Pra já, são as que o Tribunal de Contas pôs em causa. Demorou um ano, mas lá pôs o relatorio cá fora. Que se saiba, o Durão não escondeu contractos paralelos ao TC. 
    Alem disso, os governos socialistas são responsaveis por 80% ds PPPs feitas em Portugal, sendo que a grande maioria são da responsabilidade do Socrates. Estas que estão agora em causa, foram negociadas  em 2010, quando o país já estava em bancarrota.
    "Lata gigante", é fingir que isto não se passou como o PS e alguns amigalhaços nos media andam a querer dizer aos portugueses.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.