Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Quem se mete com o Relvas, suja-se

Sérgio Lavos, 04.09.12

 

Na semana em que Paulo Portas ousou questionar as movimentações de Miguel Relvas à volta da RTP, começa a emergir uma catadupa de notícias sobre o caso dos submarinos, através dos sempre fiáveis Diário de Notícias (pelo menos, parte dele) e Correio da Manhã. Ainda bem. Assim temos oportunidade de saber que foram por exemplo transferidos 19 milhões de euros pelo BES para uma conta off-shore na mesma altura em foram feitos os famosos depósitos em cash numa conta do CDS-PP num balcão desse banco. O DCIAP investiga dados de que "resultam suspeitas que parte do dinheiro pago pelo GSC à ESCOM, relativo ao contrato de prestação de serviços, tenha sido utilizado para pagamentos indevidos e como contrapartidas a decisores e grupos políticos envolvidos nas negociações". Tudo coincidências, certamente, que serão explicadas em seu devido tempo pelo ministro de Estado Paulo Portas. Até porque, como sabiamente disse numa iniciativa partidária do PSD a procuradora Cândida Almeida - escusado pensar naquela chatice da independência do poder judicial perante o poder político, foi apenas um mero encontro de escuteiros onde Cândida esteve presente -, os nossos políticos não são corruptos. Vai ser uma história com final feliz, assim o espero.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.