Segunda-feira, 16 de Dezembro de 2013
por Sérgio Lavos

Por Miguel Abrantes, a partir de uma série de notícias do Público:

 

"1. A Tecnoforma, uma empresa de que Pedro Passos Coelho foi consultor e administrador, ficou com a parte de leão, na região Centro, de um programa de formação profissional — financiado por fundos europeus (programa Foral) — destinado a funcionários das autarquias, o qual era tutelado pelo Dr. Relvas, então secretário de Estado da Administração Local do Governo Barroso/Portas. 

Os números são, de facto, esmagadores: só em 2003, 82% do valor das candidaturas aprovadas a empresas privadas na região Centro, no quadro do deste programa de formação profissional, coube à Tecnoforma. E entre 2002 e 2004, 63% do número de projectos aprovados a privados pelos responsáveis desse programa pertenciam à mesma empresa. 

A história regista, entre outras, uma ideia de génio da Tecnoforma: a concepção de um programa de formação no valor de 1,2 milhões de euros para funcionários de aeródromos que estavam fechados, que eram pistas perdidas ou que tinham um ou mesmo nenhum funcionário. 

Miguel Relvas era então o responsável político pelo programa, na qualidade de secretário de Estado da Administração Local de Durão Barroso, Paulo Pereira Coelho era o seu gestor na região Centro, Pedro Passos Coelho era consultor da Tecnoforma, João Luís Gonçalves era sócio e administrador da empresa, António Silva era seu director comercial e vereador da Câmara de Mangualde. Em comum todos tinham o facto de terem sido destacados dirigentes da JSD e, parte deles, deputados do PSD. 

2. Entretanto, o mesmo Pedro Passos Coelho criou oCentro Português para a Cooperação, uma organização não-governamental (ONG) concebida para obter financiamentos destinados a projectos de cooperação que interessassem à Tecnoforma. Entre os seus membros figuravam Marques Mendes, Ângelo Correia, Vasco Rato, Júlio Castro Caldas e outras destacadas figuras do PSD. 

3. Hoje, soube-se algo mais sobre o desgraçado programa Foral, então tutelado pelo Dr. Relvas. Quando apenas uma circular teria sido suficiente para que autarquias locais ávidas de dinheiro pudessem ficar informadas dos objectivos do programa, descobre-se que houve uma campanha de comunicação, no valor de quase 450 mil euros, adjudicada em 2002 a uma empresa de publicidade detida exclusivamente por Agostinho Branquinho (a NTM), antigo deputado do PSD e actual secretário de Estado da Segurança Social. José Pedro Aguiar-Branco, agora ministro da Defesa, tornou-se presidente da assembleia geral pouco depois da adjudicação. 

A história vem descrita no Público (e reproduzida aqui). Entre outras peripécias do concurso, sabe-se agora que:

      • Entre as cinco concorrentes excluídas por insuficiência financeira se encontrava a subsidiária de um gigante internacional que ocupava o terceiro lugar na lista das 30 maiores empresas de publicidade do mercado português, a McCann Erickson Portugal (52 milhões de euros facturados em 2001) e a Caixa Alta então em 16º lugar no mesmo ranking da Associação Portuguesa de Agências de Publicidade e Comunicação (13,6 milhões nesse ano), com volume de vendas muito superior ao da NTM (3,7 milhões), que nem constava do mencionado ranking;

 

    • Após a selecção prévia das propostas, restaram três concorrentes, sendo que a NTM foi a que apresentou o preço mais alto e era a que, na avaliação do júri, tinha a mais baixa capacidade técnica.


Segundo o Público apurou, este processo foi conduzido pelo então chefe de gabinete, Paulo Nunes Coelho, e por uma adjunta, Susana Viseu, do Dr. Relvas. Enquanto Paulo Nunes Coelho continua a cirandar pelos gabinetes governamentais, Susana Viseu foi nomeada administradora da Fomentinvest, precisamente a holding onde o terrível Ângelo tinha acolhido Pedro Passos Coelho.

Já tivemos dois PSD: o do cavaquismo que desaguou na foz do BPN; e o do pós-cavaquismo que apodrece placidamente num imenso delta. Afinal, o que é o PSD?" 


por Sérgio Lavos
link do post | comentar | partilhar

23 comentários:
Lavos,

Bom post.

Afinal, o que é o PSD?" Em Baleizão diz-se: É uma quadrilha de mal feitores que um dia terá de prestar contas, nem que seja na rua e por uma simples razão. Hoje tive de sair depois de jantar e a minha cidade mais parece uma cidade fantasma, onde até
as janelas que deviam estar iluminadas, sentindo que são habitadas, não se vê ponto de luz.

Não acredito bem quero acreditar, que este país de herois sofram calados as humilhações a que está a ser sujeitos. Não acredito , nem quero acreditar.

deixado a 16/12/13 às 21:47
link | responder a comentário | discussão

JgMenos
Heróico Bolota: armas limpas, botins engraxados, 
a hora é de ir de novo a assaltar, 
não por esses mares já dantes navegados,
mas por outros lugares a encontrar.
Aonde ir é a maior questão,
que sempre há um grave senão:
só mamam alguns e os demais não.
Por isso nada prometas,
que ouro por berlindes já não dá,
e por muitas que sejam as tretas,
quem pague por elas já não há!


JgMenos,

Sabes o que me confunde???O que me confunde é perceber  que apesar da situação do país, ainda há pessoas como tu com genica para continuares a defender o indefensavel.

'Portugal terá mais um programa a seguir ao actual resgate'

 

http://sol.sapo.pt/inicio/Economia/Interior.aspx?content_id=94970 (http://sol.sapo.pt/inicio/Economia/Interior.aspx?content_id=94970)

Mas tambem lhe podes chamar... armas limpas ou botins engraxados.

Porra!!!!


JgMenos
É claro que haverá um e outro resgate até que o pessoal se convença que isto não vai de 'assaltar' mas de construir e consolidar.
Porque julgas que tanto se roubou? Porque parecia dar para todos,
Porque julgas que tanto se estragou? Porque parecia que ninguém teria que pagar.

Vou-te dar um pouco de latim: ab uno disces omnes não é caminho para que em definitivo se afastem as reses más das manadas que nos vêm governando.


what?
é como se o roubo não continuasse pelos mesmos que já roubaram... como se os resgates não fossem o roubo... como se houvesse algo para construir... como se a bolha não tivesse sido precisamente na construção... nil novi sub sole

deixado a 19/12/13 às 01:01
link | responder a comentário | início da discussão

Rui Meireles
"Aonde ir é a maior questão,
que sempre há um grave senão:
só mamam alguns e os demais não."

-Pois é, esta é a verdadeira Poesia Laranja, a Poesia da Mama!...A verdade é que estes "gomos" são muito mais mamões que os mamões "castanhos" de 1926!
-Mas quem mama à grande agora, aliás como sempre aconteceu, são os mesmos, os Mamões Licenciados e Tirocinados a mamarem na Teta Nacional.
E em que lugar da teta ficas tu?...Se calhar só tens direito a uns grãos ressequidos de arroz Trinca de Massamá no canto mais distante da Teta!


JgMenos
Entretem-te a pintar de diferentes cores o que é igual: gente desonesta não tem cor; como cor não tem quem é honesto.
As cores só distinguem razões e crenças, e sempre o desonesto se cobre da cor que mais lhe convem, e sempre aí se aplica a regra 'só mamam alguns e os demais não'!

 


Rui Meireles
Vai limpar as lágrimas ao "esbelto" Rosalino!

deixado a 20/12/13 às 01:12
link | responder a comentário | início da discussão

JgMenos
Ó virgem Lavos. que extraordinária surpresa!!!!

Como se o financiamento de partidos e o saque de subsídios fosse, a par de mais um exame positivo da troika, a novidade do dia!

 Justifica-se o receio que as coisas não estejam a correr suficientemente mal para garantir que a cultura esquerdalha seja plenamente reestablecida; mas ir cavar tão longe, lá para o Cavaquistão, com um intervalo tão povoado da afamada alternativa socialista, só significa que os esquerdalhos não sabem o que dizer como políticas alternativas para os dias de hoje...

deixado a 16/12/13 às 22:08
link | responder a comentário | discussão

Anónimo
22.08, e ainda a trabalhar? 

deixado a 16/12/13 às 22:43
link | responder a comentário | início da discussão

what?
Sem surpresa nenhuma, não se passa nada, circulem por favor!


JgMenos
Começas a dar sinais de alguma inteligência:
ora laranjinhas - ora rosinhas - e os esquerdalhos a uivar sem nada de jeito ajuntar!


what?
trata-te!

deixado a 18/12/13 às 11:53
link | responder a comentário | início da discussão

José Peralta
JgMenos

O "exame positivo" (!?) da troika, faz a tua "virgindade" engalanar-se, festiva...

Mas eis que um "esquerdalho" Público, vem arranhar-te tão sensível "membrana"...

Justifica-se o receio de que as coisas não estejam a "correr suficientemente bem" para a direitalha, e tais "arranhões", provoquem compreensível mal estar, de par com incontrolável "comichão"...

...Agravada com o facto de os "esquerdalhos" da União Europeia, estarem a investigar os..."arranhões" !

E para cúmulo, sabes quem lá foi "fazer
queixinhas" ?

http://www.anagomes.eu/PublicDocs/f889fb77-5e17-4305-8b0d-2f275b7948a0.pdf (http://www.anagomes.eu/PublicDocs/f889fb77-5e17-4305-8b0d-2f275b7948a0.pdf)
  

deixado a 17/12/13 às 21:16
link | responder a comentário | início da discussão

A. C. da Silveira
Sérgio lavos, parece que andamos com falta de assunto: 2001? Isso foi quase no seculo passado. E se o Publico e sobretudo o Miguel Abrantes o dizem, é porque deve ser verdade. 
Faz-me lembrar o Socrates a falar do defice dos outros.
Mas à falta de melhor, chamar ladrão e corrupto aos outros, alivia a  vesícula e faz bem à azia.

deixado a 16/12/13 às 22:51
link | responder a comentário | discussão

Umbral despencado
Continua a fazer-me espécie o seguinte facto: mesmo apoiando o que estes tipos andam a fazer ao país, mesmo acreditando na bondade dos últimos cometimentos, como é que é possível não ter tomates e afirmar que isto é nojento?

Eu até posso perceber o suporte faccioso e a adesão ideológica. Mas bolas, desprezar a ignomínia das práticas noticiadas nas reportagens e na investigação?

O que é mau e indigno não conhece linha de pertença. E o facto de outros também terem os seus esqueletos no armário não torna o que veio agora a lume mais aceitável ou menos mau. Nem tão-pouco é relevante o facto de se ter passado há dez anos, na medida em que implica directamente ocupantes actuais de elevados argos públicos e representativos.

deixado a 17/12/13 às 14:41
link | responder a comentário | início da discussão

O PSD é uma "coisa" herdeira da ANP do Salazarismo e do Marcelismo.

deixado a 16/12/13 às 23:23
link | responder a comentário

Esta informação também é interessante.
Mais um boyzão para o governo, pela mão suja de Sérgio Monteiro
http://eu-calipto.blogs.sapo.pt/131470.html

deixado a 16/12/13 às 23:42
link | responder a comentário

EL
Assim vai este país....muito á frente da Itália. Em máfia deveremos estar em 1º, no top. Maravilha.
Força Corja, é roubar até ao tutano. Afinal, tambem é muito encontro alternativo, é muita contestação...mas ninguem vai mais além....Pensar que a corja ainda tem mais um ano e meio para roubar, até arrepia.

deixado a 17/12/13 às 00:00
link | responder a comentário | discussão


Sim, porque daqui a um ano e meio, se vier o PS, acaba a roubalheira...

deixado a 17/12/13 às 16:29
link | responder a comentário | início da discussão

"Pirralha...eu?"

É uma agremiação, cujos órgãos dirigentes - em parceria com os relojoeiros do Caldas - obedecem, caninamente, às ordens do sindicato global do crime organizado, custe o que custar… ao Povo.

A sigla constitui o autêntico programa desta quadrilha a que chamam governo, significando Porra Saiam Daqui!

Para os jovens desempregados e já não só, o Daqui é o País, mas para os reformados não catrelhos, o Daqui é a vida… emigrem ou morram, tanto faz, desde que desamparem a Loja desta cambada.

Se não se puser cobro a este programa, Portugal ficará com uma população, maioritariamente, de meia- idade?

Talvez sim, talvez não, talvez nim… mas que, quem cá ficar, vai experimentar algo parecido com a Idade Média… ai, isso vai!

Cristina


deixado a 17/12/13 às 12:50
link | responder a comentário

Joe Strummer

Polvo à Malandrinho.
Uma cena à Scorsese, os mafiosos de Nova York embrutecidos com o easy money do american dream, os esquemas do lixo e do roubo do avião (lá está aerodromos) os nigth clubs, das Doce,etc... só falta o pó..mas espera aí, o Branquinho... O Branquinho dava um bom agarrado. É isso! a banda sonora poderia passar pelo White Rabbit com a voz da Grace Slick a ilustrar a cena do rantanplan a cantar a Nini mais a Donna ao lado...

"One pill makes you larger
And one pill makes you small.."

Deja vu! Esta merda vai acabar mal.

deixado a 17/12/13 às 18:48
link | responder a comentário

LGF Lizard
"Afinal, o que é o PSD?"
O mesmo que é o PS.
Um meio pare certas pessoas (e seus familiares e amigos) enriquecerem à conta da política e do País.

deixado a 17/12/13 às 20:32
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador