Quarta-feira, 18 de Dezembro de 2013
por Daniel Oliveira

Recuso-me a comentar a frase de Nuno Crato, que diz que as suas “dúvidas são sobre a formação obtida nas Escolas Superiores de Educação" pelos professores. Um país que tem este irresponsável, sem qualquer sentido das suas obrigações institucionais, como ministro é um país que não está mesmo bem.


por Daniel Oliveira
link do post | comentar | partilhar

32 comentários:
el
Ainda bem que essa aberração abre a bocarra. Pode ser que o povo acorde. Mais, de fato as escolas e universidades já deviam ter dito qualquer coisa, não? A prova é um diploma de incompetência para eles e não para os professores. Mas, como aliás já comentei , os Doutores estão preocupados só com os orçamentos.
Resta dar os parabéns aos professores que mostraram hoje, uma vez mais, que não brincam em serviço.

 

deixado a 18/12/13 às 23:20
link | responder a comentário | discussão

Aaa
O presidente do csisp pronunciou-se ruidosamente sobre o assunto.Infelizmente o crup não.

deixado a 20/12/13 às 06:55
link | responder a comentário | início da discussão

Inenarrável, este tipo. Também fiquei atónita quando ouvi isso. Ou melhor, não, não fiquei. De resto, aqui está o que escrevi (pouco porque não tenho tempo para mais - nem pachorra) .


http://aefectivamente.blogspot.pt/2013/12/comovente.html (http://aefectivamente.blogspot.pt/2013/12/comovente.html)


Gosto muito de ler o Daniel. Para lá de muito. :)








deixado a 18/12/13 às 23:54
link | responder a comentário

NFSC
eheheh!!!


Dá gosto ver o Mário Nogueira e milhares de professores a queimarem o ministro mais salazarista do governo.


O palhaço já se está a dar bastante mal e algo me diz que ainda se vai dar bem pior.


Desobediência civil e mais nada!

deixado a 19/12/13 às 00:26
link | responder a comentário

Ana
É um país de governantes loucos, a quererem enlouquecer as mentes sãs, deste malfadado país. Quem é ele para por as escolas superiores de educação em causa? Se as põe em causa, então inspeccione-as e não humilhe aqueles que confiaram nelas, já que o governo lhes deu autonomia para fazerem o que fazem? Não há ninguém que diga a esse senhor que ele é um zero em governação? Será que não deveríamos exigir a esse senhor que fizesse exame para ver se sabe alguma coisa de educação? Se o fizesse era chumbo na certa.  

deixado a 19/12/13 às 00:58
link | responder a comentário | discussão

Minha senhora, escreve-se "pôr".
Como vê "por" isso ele têm muita razão para se questionar onde "pôr" a qualidade deste ensino.


Ou a (des)qualidade de quem era suposto aprender. É que as pessoas que escrevem com erros (que não é o caso, foi decerto uma gralha) fazem-no porque não souberam - ou quiseram - aprender.


Try to learn something about everything and everything about something.
T.H.Huxley
(Memorial stone)

Obrigado.
Infelizmente é um erro recorrente, não é uma gralha.
Encosta-se frequentemente ao "á" do verbo haver e à multiplicidade de "corta-se", "cortasse".
Raramente corrijo, a não ser que o contexto o peça, mas fico admirado com a frequência destes erros.
E não é por as pessoas serem incultas, pois as frases aparecem bem construídas.
Mistérios.
Fui visitar o seu blog, fiquei com inveja.
Quem me dera falar inglês como a senhora.

deixado a 20/12/13 às 14:11
link | responder a comentário | início da discussão

what?
E depois queixam-se da falta de autoridade dos professores...

deixado a 20/12/13 às 18:49
link | responder a comentário | início da discussão

"Pirralha...eu?"

fado alexandrino

Na melhor nódoa cai o pano e quando se pretende corrigir um suposto erro ortográfico, deveria haver um certo cuidado, pela parte do corrector…

«ele têm muita razão para se questionar», pode ser admissível na linguagem oral de um corretor… da bolsa… aborto-ortográfico à parte.

Aproveito a oportunidade para esclarecer que José Saramago não aboliu a pontuação, mas só a reduziu, substancialmente.

Luís Sttau Monteiro, nas «Redacções da Guidinha», é o responsável por esse tipo de abolição e que pedrada no charco…

Cumprimentos

Cristina



Touché.
De uma professora de português (I presume) levou-se uma certeira reguada.
Felizmente há luar para iluminar estas mentes a que a idade não vai perdoando uns lapsus linguae.
Melhores cumprimentos.
Feliz Natal.
Mão certeira no voto em 2015 (*)


(*) Esta era a brincar.


"Pirralha...eu?"

fado alexandrino

De facto e como confessei há uns anos, sou professora, mas de matemática.

Quanto à mão certeira no voto, só posso garantir que, à semelhança do passado, não acertarei nos quadradinhos em frente aos partidos da troika nacional… basta de milhares de famílias que sofrem de angústia para o jantar, para as outras refeições, para medicamentos, etc…

E isso será em 2015 ou o irrevogável Paulinho poderá, de acordo com o calendário da respectiva sobrevivência política, acertar o relógio do Caldas pelo meridiano do Rato?

Um Natal muito feliz.

Cumprimentos

Cristina


deixado a 23/12/13 às 18:55
link | responder a comentário | início da discussão

Rui Meireles
-Lamentável é constatar que a UGT, mais uma vez, cumpriu a função para que foi criada, dividir os trabalhadores e servir de tapete aos interesses governamentais, nada mais que isso...A UGT é um simulacro de Central Sindical, é uma barricada minada!...Quem lá se deixar intrincheirar com vontade de resistir, vai pelos ares ao primeiro disparo!
Crato é um Maoista parvo, e o Secretário Geral da UGT -depois de toda aquela basófia de início de tirocínio- o que é ele na realidade?...Um AMARELO de bigode bem aparado!

deixado a 19/12/13 às 01:51
link | responder a comentário | discussão

JgMenos
Vermelho é que é difícil ...basta dizer sempre não!

deixado a 19/12/13 às 13:50
link | responder a comentário | início da discussão

Rita
Rui Meireles
Completamente de acordo consigo, pois a UGT portou-se muito mal. As pessoas de bem não fazem as coisas à socapa e eles fizeram-no. Não é novidade, é que já nos habituámos às atitudes menos correctas da mesma. O que é pena, é ainda haver sindicalizados em alguém que os trai a torto e a direito........


lingrinhas
São amarelos e tambem assaltam sindicatos como voces nos metalurgicos e lembram-se da pm no pavilhão carlos lopes?

deixado a 21/12/13 às 12:38
link | responder a comentário | início da discussão

Ricardo
Recusa-se a comentar e a seguir comenta?

deixado a 19/12/13 às 09:45
link | responder a comentário

Anónimo
Mas não foi Nuno Crato que mal tomou posse foi fazer o frete com Passos Coelho de estar no aniversário da empresa que detém a Escola Superior de Ciências Educativas e de elogiar o seu trabalho? A mesma escola que convidou Passos Coelho para ser lá professor de turismo?!

http://www.isce.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=447&Itemid=3

Ele tem toda a razão, as escolas superiores de educação têm sido uma máquina de formar professores com médias muito superiores às da universidades, e por isso os seus alunos têm ultrapassado quem sai de cursos bem melhores nos concursos, tendo efectivado quando colegas muito mais competentes continuam a desesperar por pequenos horários. Mas não é assim que se resolve a coisa, é com inspecções sérias, como a que encerrou o curso de medicina da universidade de Aveiro.

O problema é que escolas como a ESCE convidam pessoas tão competentes como Passos Coelho para serem seus professores e terem os aparelhos partidários na mão.

Alguém pergunte por isso a Crato, porque foi à ESCE elogiar o seu trabalho com o ex-professor Passos Coelho e diz agora estas coisas.

deixado a 19/12/13 às 10:09
link | responder a comentário | discussão

Aaa
1. A senhora Crato parece que dá aulas numa escola superior.
2. Os professores das Ese,s e os professores das universidades concorrem a ciclos diferentes. Se eliminassem 100 por centos dos professores das eses não ficaria ninguém em condições de concorrer ao pré escolar, primeiro e segundo ciclo. Mas claro, para pôr professores uns contra os outros qualquer peta salazarenta basta.

deixado a 20/12/13 às 07:03
link | responder a comentário | início da discussão

Gato Preto
O (C)rato é o típico "treinador de bancada". Aí sentado, julga que sabe tudo: a tática, os jogadores e respetivas posições, o estilo de liderança. Não faz é a mínima ideia do que é ser jogador e andar dentro do campo. Como se diz na gíria, "não conhece o cheiro dos balneários". Defende uma tática há muito ultrapassada mas consegue convencer muitos adeptos, nostálgicos dos "velhos tempos". Um dia, há um presidente que o promove a treinador. Claro que, quando vai treinar, é um verdadeiro fracasso, pois nem sequer consegue falar com os jogadores, quanto mais motivá-los. Surgem sucessivas derrotas e os mesmos adeptos que o incensavam começam a apupá-lo. No fundo, já perceberam que o homem é um "bluff" e não percebe nada de futebol. Mas, em lugar de se demitir e assumir o fracasso, culpa os antecessores, os árbitros, os jogadores, o vento, a chuva. Dele é que não, que é o maior. Então, vem a "cereja no bolo": os jogadores que subiram a seniores há menos de 5 anos têm de fazer uma prova de aptidão física e quem "chumbar" é despedido sem indeminização. A medida provoca a revolta geral mas não há "chicotada psicológica" porque o presidente do clube só está preocupado em reduzir o orçamento e aquele treinador serve bem esse propósito. Os interesses do clube? Que se lixem. Os jogadores? Que emigrem, se quiserem!...

deixado a 19/12/13 às 10:17
link | responder a comentário | discussão

Excelente comentário. :) Vou postá-lo no meu FB.

deixado a 19/12/13 às 22:40
link | responder a comentário | início da discussão

comunus eleuterius
não concordo com esta prova de avaliação nestes moldes.


Mas é mais do que óbvio que que ensina em Portugal na sua esmagadora maioria não faz a mínima ideia do que anda a fazer.


o corporativismo dos professores é forte e nunca permitirá qualquer tipo de avaliação. os professores em portugal fazem o que querem e vencem sempre pela força qualquer ministro que os tente por na ordem.


chega a ser vergonhoso o que esta classe de pançudos privilegiados faz !!!

deixado a 19/12/13 às 10:27
link | responder a comentário | discussão

Pançuda não sou, asseguro-lhe.

deixado a 19/12/13 às 22:42
link | responder a comentário | início da discussão

Fernanda
E mais um MEC que não percebe nada de escolas e suas dinamicas. Totalmente desfasado do real, fala do que não sabe, mente e sorri.


Não implodiu o MEC, como afirmava. Mas vai continuando a implodir a escola, os alunos, professores e tudo o resto.


Segue a política de MLR, piora-a, mas sorri, calmamente. Não se sabe até onde esta implosão vai conduzir o ensino, especialmente o básico e secundário.


Mas continuo confiante que há força suficiente para varrer com esta política educativa delirante do "a implosão da escola avança a todo o vapor ou não implode".

deixado a 19/12/13 às 11:30
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador