Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Capitalismo: manual de instruções

Sérgio Lavos, 05.08.10
Nacionalizar uma empresa privada depois desta acumular prejuízos que ascendem a 5500 milhões de euros, prejuízos esses surgidos em consequência de gestão danosa e fraude financeira; depois das dívidas pagas, voltar a pôr a empresa no mercado, quando esta é avaliada por um valor inferior a 10% do total dos prejuízos acumulados; propor um preço mínimo de ida a concurso correspondente a 50% do valor em bolsa da empresa. Resultado: talvez 180 milhões de euros para o Estado e 4000 milhões de euros (no mínimo) fora dos bolsos dos contribuintes, essa entidade a que não se deve recorrer em caso algum (leia-se subsídios à Cultura, financiamento da Saúde e da Educação, prestações sociais, função pública, etc., etc.). Pois, uma maravilha. O caso BPN (e a seguir, podemos ter a certeza, virá o BPP) é um exemplo a seguir por todos nós, é bom de ver. À consideração dos anafados liberais do costume. Aplaudamos.

56 comentários

Comentar post

Pág. 1/6