Sexta-feira, 23 de Junho de 2006
por Daniel Oliveira
Segundo um painel consultado pelo Público (sem link), sem a concentração da produção em Saragoça os custos para a General Motors são mais altos em Espanha do que na Azambuja. Os salários também. Mais um caso que com certeza as infalíveis leis económicas de João Miranda conseguirão explicar.

por Daniel Oliveira
link do post | comentar | partilhar

8 comentários:
Caro Daniel,
Comento este texto no Blue Lounge, onde os tais outros factores são apresentados (ainda que no plano hipotético, obviamente).
Um abraço,
RAF

deixado a 27/6/06 às 18:48
link | responder a comentário

Comento no Blue Lounge.
Um abraço,
RAF

deixado a 27/6/06 às 15:02
link | responder a comentário

Daniel Oliveira
Claro que ouvi falar de economia de escala. Isto atira é por terra a teoria simples da procura e da oferta no salários em relação à China. Há, como é evidente, outros factores

deixado a 26/6/06 às 12:23
link | responder a comentário

Suponho que o painel dO Público seja composto pelos gestores e engenheiros das duas fábricas, as únicas pessoas que sabem de facto a estrutura de custos das fábricas.
Depois há aquelas leis económicas da escala de produção eficiente. Por exemplo: uma fábrica produz 500 unidades a 200 euros, estando aquém da sua escala eficiente. Outra unidade mais pequena, na sua escala eficiente, produz 300 unidades a 175 euros. Há uma lei económica que diz que se é preferível produzir tudo na primeira fábrica a 175. Mas as leis económicas são uma chatice, não há forma de as revogar?

deixado a 25/6/06 às 11:51
link | responder a comentário

Quem é que tem razão? Um painel de políticos e académicos ou a GM cujos analistas trabalham em exclusivo em questões destas?

deixado a 24/6/06 às 15:28
link | responder a comentário

ZéXé
Nunca ouviu falar em economias de escala?
É precisamente pelo facto de esses custos serem mais baixos conjuntamente que a produção vai para lá. Acho que o senhor está a dar a resposta. Além disso, saragoça está mais perto do centro da Europa e o "custo de imagem" por sair de Espanha é superior ao de Portugal.

Não está já farto de ser humilhado pelo João Miranda? Parece-me que o senhor devia tirar um curso de gestão para não cair no ridículo. Fale de jornalismo.

deixado a 24/6/06 às 00:34
link | responder a comentário

claro que sim!
os 100 contos que apresentaram como custos adicionais só podem ser aceites por ignorantes e débeis mentais!
bastaria pensar qual é o custo da viatura à saìda da fábrica para desmontar a falácia...
acresce que a poupança dsse valor é possível numa fábrica virtual, ou no leste...
nunca em saragoça!

deixado a 23/6/06 às 22:22
link | responder a comentário

Isto com certeza ira envolver na economia de escala (principalmente quem está na parte de baixo rsrsrs) alem da propria produçao e lucro, eles visao tambem sustentaçao no mercado , pois nao seria legal crescer num lugar pra depois falir! para ter um bom crescimento e mais lucros iriam buscar peças mais baratas (china, japao) que sao de alta produçao, para ser montada na GM e vendidas 1º em saragoça, depois na europa pois ate la teriam sustentaçao que precisam para expandir!!!

deixado a 12/4/09 às 06:10
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador