Quarta-feira, 28 de Junho de 2006
por Daniel Oliveira




Como já disse aqui sou contra as pensões para anti-fascistas e defendo que o tempo de clandestinidade e prisão deve contar para a reforma. Mas há um revisionismo histórico (que até acha graça gozar com a tortura) que só não me espanta por vir de quem vem. Para o Blasfémia nada distingue um comunista, que tenha sido preso e torturado, de um ex-pide). Eles põem em pé de igualdade quem torturou e quem foi torturado. Fazendo este extraordinário exercício lógico: uns fizeram e outros, acham eles, queriam fazer. Por isso são iguais uns e outros. Do ponto de vista penal, seria uma experiencia extraordinária ter esta gente como juíza.

Quem não percebe a diferença entre a presunção de uma intenção e um acto, nunca saberá de que lado está. E quem compara Rosa Cavaco aos anti-fascistas escolhe um lado. No caso destes senhores, o de Rosa Casaco. Que lhes faça bom proveito. Cá estamos, na democracia pela qual as suas referencia politicas nacionais nada fizeram, para lhes dar todo o tempo de antena. É esta a superioridade moral de quem, discordando de Álvaro Cunhal, Piteira Santos, Mário Soares ou Humberto Delgado, sabe que lhes deve demasiado para os comparar a criminosos.


por Daniel Oliveira
link do post | comentar | partilhar

20 comentários:
"já não percebo qual o padrão de comparação (com outras ditaduras, entenda-se) que permite qualificar o Estado Novo como "sanguinário"."

AAA
Foste muito claro agora. Obrigado

deixado a 7/7/06 às 14:23
link | responder a comentário

casaco silva
Eu gostei mesmo foi da gralha "Rosa Cavaco". O subconsciente a trabalhar?

deixado a 1/7/06 às 22:24
link | responder a comentário

É natural que não se vejam os comentários todos. Aqui neste blogue anti-fássista, os comentários são submetidos ao visto prévio.

deixado a 30/6/06 às 10:17
link | responder a comentário

agitador
consigo ver os 18, contando com o meu claro.

deixado a 29/6/06 às 21:10
link | responder a comentário

Anónimo
O post indica 16 comentários 16.
Vai-se a ver e há apenas 1, o do a. pacheco.
Ah, Pacheco! É a censura BE em todo o seu esplendor!

deixado a 29/6/06 às 20:26
link | responder a comentário

Há algum problema com a visualização dos comentários ???? Após a primeira visualização dos comentários, mesmo que na 2ª vez que vá ver os comentários estejam lá mais 10, não os consigo ver, ou seja apenas vejo o 1º grupo. Não sei se fui claro, mas há qualquer problema, ou no blog ou no meu computador.

1 Abraço

deixado a 29/6/06 às 18:46
link | responder a comentário

Luis Filipe
De um ponto de vista rigorosamente liberal, a PIDE até protegia o mercado. E o mercado está acima da democracia. O Chile de Pinochet e a actual China provam esta evidência. Toma lá do Hayek...

deixado a 29/6/06 às 16:58
link | responder a comentário

Caro LA-C,

Não me parece que "ditadura sanguinária de direita" seja uma designação nem feliz nem objectiva para descrever um regime autoritário corporativista. Se "ditadura" me parece apropriado e "de direita" pelo menos defensável, já não percebo qual o padrão de comparação (com outras ditaduras, entenda-se) que permite qualificar o Estado Novo como "sanguinário".

Não se trata de branquear seja o que for: trata-se apenas de ser rigoroso no uso dos termos e evitar distorções que são tudo menos inocentes, já que fundamentam um discurso de pura propaganda.

deixado a 29/6/06 às 12:39
link | responder a comentário

Ricardo Francisco
Caro Daniel oliveira,

Parece-me que no Blasfémias não distinguem quem foi anti-democrata antes e depois do 25 de Abril, pelo menos no que toca ao direito de se atribuirem benesses estatais.

Olhe, concordo com eles, ao contrário do Daniel...

deixado a 29/6/06 às 12:23
link | responder a comentário

Disse e volto a dizer: Os filhos dos PIDES anda aí e o famoso nacional porreirismo dos portugueses permite que tenham voz activa.....estes gajos queriam era os dentes partidos cada vez que abrem a boca....a minha democracia acaba quando vejo que o lixo se volta a erguer, e ainda por cima à sombra da liberdade de expressão para a qual eles nunca contribuiram.

deixado a 29/6/06 às 09:49
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador