Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Como ter sempre razão

Daniel Oliveira, 30.06.06
Aqueles que passaram anos a acusar os críticos de George Bush de anti-americanismo primário deveriam reconhecer que o problema dos que agora elogiam a decisão do Supremo era, afinal, apenas com esta Administração.

Aqueles que passaram anos a desculpabilizar a existência de Guantanamo e os métodos usados para combater o terrorismo deveriam agora reconhecer que não tinham razão.

Aqueles que assinam por baixo todos os disparates desta administração não deveriam tentar dar a volta aos argumentos. É que assim é fácil. Quando têm razão, são óptimos. Quando não a têm, são ainda melhores. Sim, o sistema funciona. O sentido critico deles é que não.