Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Ganda malha!

Daniel Oliveira, 30.09.06
Segundo o "Expresso", Paulo Portas e Marcelo Rebelo de Sousa - com Zita Seabra - terão feito um acordo para que, não mudando a lei que criminaliza o aborto, os processos contra mulheres acusadas sejam sempre todos arquivados. Os senhores são magnânimes e as pecadoras deviam rojar-se nos seus pés em sinal de agradecimento. Ainda assim, não deixa de ser extraordinário que se legalize a hipocrisia: para não mudar a lei arquiva-se a lei. Se é para arquivar, para quê criminalizar? Eles sopram ao "Expresso" a resposta: é para entalar os opositores, deixando-os sem argumentos. E assim brincam com o que dizem, sempre com ar grave, respeitar: com a lei e com os tribunais. Enquanto enchem a boca com o "sentido de Estado", o aborto serve-lhes para habilidades políticas. Que a lei tenha alguma coisa a ver com a realidade? Para quê, quando uma proposta absurda pode valer uma manchete.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.