Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Ataque à democracia

Daniel Oliveira, 16.12.07
«Em risco de poderem ser extintos caso não reúnam cinco mil militantes, sete dos partidos com menor expressão eleitoral vão recorrer à presidência da república como "garante máximo do regime democrático".»

Os sete partidos em questão contam, nesta matéria, com a minha solidariedade. A formatação dos partidos políticos e o silenciamento de minorias, por mais pequenas que sejam, é inaceitável em democracia. Nem todos os partidos valem o mesmo e é por vezes um pouco patética a exigência burocrática de que se dê ao POUS e ao PNR a mesma atenção mediática que se dá ao PS ou ao PSD. Mas a definição na secretaria do número de militantes que os partidos devem ou não ter é politicamente absurda e sem qualquer justificação prática plausível.

Em causa está a sobrevivência legal do PND, MPT, PPM, POUS, PCTP/MRPP, PDA e PNR. Os partidos devem ser exemplarmente punidos caso se dediquem a actividades criminosas para se financiarem ou para impor as suas convicções. Não devem, num Estado democrático, ser ilegalizados pelas suas ideias políticas ou pela sua dimensão.

32 comentários

Comentar post

Pág. 1/4