Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arrastão: Os suspeitos do costume.

Merecido

Daniel Oliveira, 15.12.07

mocidade.JPGO Prémio Pessoa deste ano foi para Irene Pimentel, historiadora do Estado Novo e autora de trabalhos sobre a PIDE, a Mocidade Portuguesa Feminina e os judeus em Portugal durante a II Guerra Mundial. Tenho o prazer de conhecer Irene Pimentel e a algumas parte do seu trabalho e fico muito satisfeito pelo merecido prémio.

Irene Pimentel também recebeu há pouco mais de uma semana o Prémio Sedas Nunes (o mais importante na área das ciências sociais), ex-aequo com o antropólogo Paulo Granjo, com quem tenho uma velha amizade e até laços familiares. À Irene Pimentel duplos parabéns. Ao Paulo, aqui, parabéns atrasados.